Polícia
Dez mortes no Cariri
Fim de semana no Cariri com três homicídios, três mortes no trânsito e dois afogamentos
Compartilhar

“Nem de Loló” foi morto a tiros em Campos Sales a exemplo de Henrique em Penaforte, enquanto “Dudu” morreu num acidente em Crato (Foto: Reprodução)

Por Demontier Tenório
Em 11/02/2019 às 17:40
Publicidade

Subiu de sete para dez o número de mortes violentas na comparação entre os dois últimos finais de semana na região do Cariri. Neste, foram três em conseqüência de acidentes de trânsito, outras três por homicídios à bala, dois casos de afogamentos, uma morte por engasgamento e um achado de cadáver. Segundo levantamento feito pelo Site Miséria, três corpos de Crato, dois de Juazeiro e os demais de Brejo Santo, Campos Sales, Barbalha, Penaforte e Mauriti.

Por volta das 6 horas de sábado morreu num dos leitos do Hospital Regional do Cariri em Juazeiro Francisco Marcelo Cardoso dos Santos, de 40 anos de idade. Ele foi vítima de um acidente com moto e residia na Travessa Kinderé, 290 (Vila São Bento) em Crato. Marcelo foi socorrido ao HRC com suspeita de traumatismo craniano, mas faleceu em virtude do agravamento do seu quadro clínico.

Publicidade


Cerca de uma hora depois deu entrada para ser necropsiado na Perícia Forense do Cariri o corpo do aposentado Raimundo de Souza Silva, de 80 anos. Ele tinha se engasgado ao se alimentar em sua residência na Rua Coronel Raul, 99 (Bairro Pio XII) em Juazeiro e foi levado ao Hospital Regional do Cariri, mas já chegou sem vida. Depois, encaminhado ao Serviço de Verificação de óbito em Barbalha e à Pefoce.

Já às 11 horas, ainda de sábado, foi encontrado o cadáver do agricultor Francisco José do Nascimento, de 67 anos num matagal no Sítio Ladeira Lavrada na zona rural de Brejo Santo. O mesmo já apresentava avançado estado de decomposição e putrefeito ao lado de um recipiente com veneno para a lavoura. A identificação só será confirmada ou não por meio de exame de DNA a ser feito a partir da coleta de material junto a familiares.

Publicidade


Às 15h30min deste domingo, no Brejas Bar ao lado do estádio Moraisão no bairro Alto Alegre em Campos Sales. Francisco Jucie dos Santos, de 42 anos, o “Nem de Loló” que residia na Rua Alexandre Torres naquele bairro, foi morto a tiros na cabeça por dois homens encapuzados numa moto. A dupla chegou mandando seus três colegas de farra correrem e um deles ainda saiu baleado na perna. “Nem” respondia por tráfico de drogas, homicídio e um latrocínio no Sítio Inharé quando, em 2010, matou Maria Gertrudes da Silva Oliveira, de 63 anos, para roubar.

Uma hora depois populares encontraram um corpo boiando nas águas do chamado Açude do Louro situado no bairro Vila Três Marias em Juazeiro do Norte e trataram de retirá-lo das águas. A vítima foi identificada como sendo o jovem Alan Welison da Costa, de 26 anos de idade, que residia na Rua do Rosário, 683 (Bairro Salesianos) em Juazeiro.

Por volta das 17h30min outro juazeirense morreu afogado, mas, desta vez, no açude do Sítio São Gonçalo na zona rural do Crato. Ronaldo Batista dos Santos, de 40 anos, residia na Rua Joaquim da Rocha no bairro Pirajá. Ele tinha ingerido bebidas alcoólicas e, segundo a testemunha Cícero da Silva, decidiu atravessar o açude nadando, mas, na metade do caminho, começou a se afogar. Imediatamente, Cícero mergulhou para retirar Ronaldo das águas, mas este já tinha morrido.

Já às 18h30min, na Avenida Perimetral Leste (Bairro Bela Vista) em Barbalha, Jarbas Gilson Januário, de 37 anos, que residia na Rua Missão Velha (Bairro Cirolandia) foi lesionado a tiros e morreu pouco depois no hospital. Ele foi dono da Padaria Vitória na Avenida Gustavo Barroso naquele bairro e já tinha sido vítima de ameaças e lesões corporais em Jardim e Barbalha. Nesta última cidade, matou o crediarista Luiz Sérgio Teles Diniz, de 38, e José Carlos Félix, de 40 anos, no bairro Malvinas.

Meia hora depois, na CE-386, perto da estrada de acesso ao Sítio Brea (Distrito de Dom Quintino) na zona rural de Crato, o jovem Eduardo Moreira de Sousa, o “Dudu”, que completou 32 anos no início deste mês, morreu num acidente de trânsito. Ele morava na Rua Carmélio de Souza Costa daquela localidade e pilotava sua motocicleta quando foi abalroado por um carro dirigido por uma mulher naquela rodovia estadual.

Às 20 horas o jovem Henrique de Oliveira Sales, de 27 anos, que residia na Rua Alcides Matias, foi morto a tiros perto de sua casa situada próximo do antigo Posto da Sefaz às margens da BR-116 por dois homens numa moto Honda Bros CG 160 de cor vermelha. Ele respondia procedimento por disparos em via pública após briga e ameaça contra sua vizinha Dayane Maria de Souza. Além disso, um processo que, desde 2010, tramitava em segredo de justiça.

Por volta das 20h30min, ainda deste domingo, na CE-152 no Sitio Olho D´água (Distrito de São Felix) em Mauriti, houve acidente entre uma moto Honda CG 150 Titan de cor prata e um Ford Fiesta da mesma cor e placas MYQ-0945. O piloto Emanuel Ferreira, de 20 anos, que ali residia, morreu no local, enquanto o garupeiro Francisco Carlismar dos Santos Souza, de 21 anos, foi socorrido ao Hospital Geral de Brejo Santo. A polícia esteve no local e não encontrou o motorista do carro que tinha fugido.


Compartilhar

Publicidade
Mais do Site Miséria
Publicidade
Por Felipe Azevedo
Por Felipe Azevedo
Venta forte em Brasília!
Em Política

Enquete
Você anda usa telefone fixo em casa?

Qual seu sexo?

timelineResultado Parcial
TV Miséria
Humor