Nordeste
Alagoas
Crianças deixadas sozinhas por dias em casa em Maceió são resgatadas
Compartilhar

Crianças deixadas sozinhas em casa por pelo menos 3 dias foram resgatadas no Benedito Bentes, em Maceió (Foto: Reprodução)

Em 13/03/2019 às 17:20
TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cinco crianças foram encontradas abandonadas há pelo menos 3 dias em uma casa no Benedito Bentes, parte alta de Maceió. Segundo o Conselho Tutelar, a mãe delas, uma jovem de 27 anos, é usuária de drogas e álcool. Ela se apresentou nesta quarta-feira (13), e foi internada em uma clínica de reabilitação.

De acordo com o conselheiro tutelar Tácito Fontes, do Conselho Tutelar da 9ª Região, os irmãos têm 10, 9, 7, 4 e 1 ano e meio de idade. Elas foram encontradas na terça (12).

TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE


“As crianças estavam na casa há pelo menos 15 dias sem a mãe, e há 3 dias sem nenhum adulto. Elas moravam com a mãe, e o avô de vez em quando aparecia para dar uma olhada nelas. A mãe saiu de casa para se prostituir e o avô saiu para catar recicláveis no fim de semana e desapareceu. Neste tempo, a menina mais velha cuidou dos mais novos”, afirma o conselheiro.

A casa onde as crianças foram encontradas é bastante simples, e fica localizada na comunidade Alto da Alegria. No local, quase não havia comida. Para se alimentar, elas pediam ajuda aos vizinhos.

TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE


A situação foi denunciada à polícia pelos vizinhos. Uma equipe do 5º Batalhão de Polícia Militar (BPM) esteve no local e acionou o Conselho Tutelar.

O conselheiro explica ainda que a mãe, além de se prostituir, também é viciada em drogas e álcool. “Ela se prostituía para usar álcool e drogas. Deixava as crianças sozinhas em casa e trazia alguma coisa, mas não era o suficiente”.

As crianças foram recolhidas ainda na terça e levadas para um abrigo, onde estão sob a guarda da Justiça. Nenhuma delas estava na escola, e o mais novo não tinha registro de nascimento.

O pai de uma delas, a menina de 4 anos, foi localizado e disse que entraria na Justiça para conseguir a guarda da filha. O pai das meninas de 10, 9 e 7 anos, e o pai do menino de 1 ano e meio não foram encontrados.

A mãe procurou o Conselho Tutelar na manhã desta quarta. Ela foi levada para fazer o registro do bebê e depois, convencida a aceitar tratamento contra os vícios no álcool e drogas. O avó também só voltou nesta quarta, segundo o conselheiro tutelar.

“Ou a gente colocava ela para registrar o flagrante [na polícia], o que seria difícil porque passou o período de 24 horas, ou a gente conseguia interná-la, para passar por tratamento. Ela topou e foi internada agora à tarde. Achamos isso melhor do que se ela fosse presa, porque não resolveria muita coisa”, explica Fontes.

Fonte: G1


Compartilhar

Publicidade
Mais do Site Miséria
Publicidade

Enquete
Você acredita que um dia o Padre Cícero será canonizado pela igreja? #semanadopadre

Qual seu sexo?

timelineResultado Parcial
TV Miséria
Humor