Brasil
Mato Grosso
Motorista de aplicativo é baleado e morre após ser levado por policiais para hospital por falta de ambulância
Anderson Marcelo Lopes Caldeira, de 28 anos, foi atingido por dois tiros na cabeça. Segundo a Polícia Civil, três homens já foram identificados como autores do crime e são procurados.
Em 21/03/2019 às 10:00

Anderson Marcelo Lopes Caldeira, de 28 anos, morreu após ser baleado na cabeça (Foto: Reprodução/ G1)

TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE
Compartilhar

O motorista de aplicativo Anderson Marcelo Lopes Caldeira, de 28 anos, morreu depois de ser baleado na cabeça durante uma tentativa de assalto na quarta-feira (20), em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá.

A Polícia Militar foi acionada depois que moradores ouviram disparos e, ao chegar no local, encontraram a vítima baleada dentro do veículo.

TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE
A ocorrência foi registrada no Bairro Serra Dourada.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou a ser acionado, mas não haviam ambulâncias disponíveis.
TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE
Por causa da gravidade dos ferimentos, os policiais levaram a vítima para o Pronto Socorro de Várzea Grande dentro da viatura. Anderson foi atingido por dois tiros na cabeça e morreu depois de dar entrada na unidade.

Segundo a Polícia Civil, três homens já foram identificados como autores do crime e são procurados.

G1

Publicidade
Compartilhar

Mais do Site Miséria

Enquete
Qual você tem acompanhado mais: Copa América ou Copa do Mundo de Futebol Feminino?

Qual seu sexo?

timelineResultado Parcial
TV Miséria
Humor