Brasil
Mato Grosso
Motorista de aplicativo é baleado e morre após ser levado por policiais para hospital por falta de ambulância
Anderson Marcelo Lopes Caldeira, de 28 anos, foi atingido por dois tiros na cabeça. Segundo a Polícia Civil, três homens já foram identificados como autores do crime e são procurados.
Compartilhar

Anderson Marcelo Lopes Caldeira, de 28 anos, morreu após ser baleado na cabeça (Foto: Reprodução/ G1)

Em 21/03/2019 às 10:00
TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE

O motorista de aplicativo Anderson Marcelo Lopes Caldeira, de 28 anos, morreu depois de ser baleado na cabeça durante uma tentativa de assalto na quarta-feira (20), em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá.

A Polícia Militar foi acionada depois que moradores ouviram disparos e, ao chegar no local, encontraram a vítima baleada dentro do veículo.

TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE
A ocorrência foi registrada no Bairro Serra Dourada.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou a ser acionado, mas não haviam ambulâncias disponíveis.
TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE
Por causa da gravidade dos ferimentos, os policiais levaram a vítima para o Pronto Socorro de Várzea Grande dentro da viatura. Anderson foi atingido por dois tiros na cabeça e morreu depois de dar entrada na unidade.

Segundo a Polícia Civil, três homens já foram identificados como autores do crime e são procurados.

G1


Compartilhar

Publicidade
Mais do Site Miséria

Enquete
Na sua opinião, qual deputado com raízes no Cariri está se saindo melhor?

Qual seu sexo?

timelineResultado Parcial
TV Miséria
Humor