Cariri
Em Juazeiro do Norte
URCA é condenada na Justiça a contratar intérprete de Libras para aluno com deficiência
Por:
Jornalista Alana Soares
Em 22/03/2019 às 11:10

"Não bastasse sua limitação pela deficiência, é frustrante e depressivo o quadro psicológico sentido e vivido pelo substituído em face da omissão da Instituição", alegou o promotor de Justiça. (Foto: Ilustrativa)

TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE
Compartilhar

A Universidade Regional do Cariri (URCA) foi condenada na 1ª Vara Cível da Comarca de Juazeiro do Norte a contratar um profissional intérprete para assistir um aluno com deficiência auditiva. A decisão monocrática decorreu de uma Ação Civil Pública de cumprimento de obrigação de fazer interposta pelo Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE). Dado a decisão, a URCA tem 30 dias para cumprimento da determinação.

O aluno em questão havia requerido junto a Pró-Reitoria de Ensino e Graduação da URCA a disponibilização de um profissional “intérprete” em virtude da necessidade e em face do prejuízo de seu aprendizado. Sem resposta, recorreu à Justiça.

TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE
Segundo o promotor de Justiça José Carlos Félix da Silva, “o aluno conseguiu com muitos esforços ser aprovado no difícil e concorrido vestibular da URCA, efetuou sua matrícula, e por descaso da Universidade em não disponibilizar um profissional em Língua Brasileira de Sinais para acompanhá-lo durante as aulas, estar a impedir seu efetivo acesso à educação. Não bastasse sua limitação pela deficiência, é frustrante e depressivo o quadro psicológico sentido e vivido pelo substituído em face da omissão da Instituição”, observou, ao acrescentar que o aluno encontra-se em grave situação de risco educacional, de profissionalização, inclusão social e de futura inserção no mercado de trabalho.

Publicidade
Compartilhar

Mais do Site Miséria

Enquete
Qual você tem acompanhado mais: Copa América ou Copa do Mundo de Futebol Feminino?

Qual seu sexo?

timelineResultado Parcial
TV Miséria
Humor