Cariri
Em frente à Prefeitura
Servidores de Juazeiro do Norte fazem paralisação durante o Dia Municipal de Lutas
Por:
Repórter João Boaventura Neto
Em 23/04/2019 às 11:30

Servidores de Juazeiro do Norte fazem paralisação durante o Dia Municipal de Lutas (Foto: Normando Sóracles/Agência Miséria)

Compartilhar

Desde as 9h da manhã desta terça-feira, servidores de Juazeiro do Norte realizam manifestação em frente à Prefeitura Municipal. O ato público é intitulado por eles como o Dia Municipal de Lutas e Paralisação.

Os servidores pontuaram, com detalhes, a proposta da Administração Municipal referente ao reajuste salarial 2019.

De acordo com o Sindicato, a proposta da gestão implica em reajustes diferenciados com reestruturação do Vencimento Básico para os servidores detentores de cargos efetivos que têm salário inferior a R$ 1.100 combinada com a reposição da inflação de 2018, no valor percentual de 3,75% para os demais Servidores, entre eles o pessoal de nível superior, com efeitos financeiros retroativos a 1° de Janeiro de 2019.

Ainda de acordo com o Sindicato, dos 2.578 Servidores alvos da negociação, a Proposta da PMJN não alcança 655, entre eles Auxiliar de Serviços Gerais e Guarda Civis Metropolitanos, os quais, de acordo com a medida, ficarão sem reajuste.

Em Nota, o Sisemjun (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Juazeiro do Norte) afirma que 1 mil servidores que possuem vencimento básico superior a R$ 1.100, teriam reajuste salarial de, apenas, 3,75% e, algumas reestruturações pontuais.

O que não atende parâmetros básicos do que foi aprovado pela Sindicato nas duas últimas assembleias onde o percentual proposto a ser aplicado é igual ou superior a 5%.

Outro lado

O site Miséria manteve contato com a titular da secretaria Municipal de Administração (Sead), a advogada Romênia Botelho. Ela informou que a proposta apresentada ao Sisemjun, para índices de reajuste dos vencimentos dos servidores municipais, são diferenciados.

Os percentuais se iniciam com 3.75%, sendo a grande maioria beneficiada com reajuste percentual de 5.71% e alguns cargos conseguiram reclassificação de valores, chegando inclusive, aos percentuais de reajuste entre 18% e 36%.

"O reajuste é de acordo com a categoria, com a finalidade de estabelecer atualização real para cada cargo, atendendo aos servidores municipais em sua grande maioria", explica Romênia destacando ainda que o "número de beneficiados com o reajuste será considerável, abrangendo principalmente as categorias que historicamente percebiam valores mais baixos".

Compartilhar

Mais do Site Miséria

Enquete
Você se sentiu ofendido com o comentário de Bolsonaro sobre os governadores do nordeste?

Qual seu sexo?

timelineResultado Parcial
TV Miséria
Humor