Polícia
Mortes no Cariri
Fim de semana no Cariri com três mortes em acidentes e um homicídio
Por:
Repórter Demontier Tenório
Em 20/05/2019 às 11:10

“Carlão” era cadeirante e foi morto a tiros em Caririaçu (Foto: Reprodução/Redes sociais)

TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE
Compartilhar

Caiu de seis para cinco o número de mortes violentas na comparação entre os dois últimos finais de semana na região do Cariri. Neste, foram três em conseqüência de acidentes de trânsito, um homicídio e uma vítima de queda com dois corpos de Juazeiro e os demais de Caririaçu, Jardim e Lavras da Mangabeira. Uma morte aconteceu ainda na sexta-feira, outra no sábado e mais três neste domingo.

Por volta das 19h30min de sexta-feira, na Rua Zeferino Pedro dos Santos (São José) em Juazeiro, a aposentada Maria Aldenora Sousa Lima, de 70 anos, que ali residia, atravessava a rua quando foi atropelada por uma moto Honda NXR150 Bros de cor vermelha e morreu. O veículo era pilotado por Willame Gomes Barreto, de 35 anos, que apresentava sinais de ter ingerido bebidas alcoólicas. Ele foi detido por populares quando tentava abandonar o local e levado à delegacia por uma Patrulha da PM.

TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE
Às 21h30min de sábado o cadeirante Carlos Roberto Soares Borges, de 42 anos, o “Carlão”, foi morto com seis tiros enquanto via TV no sofá da sala de sua casa na Rua Carlos Morais no centro de Caririaçu. No imóvel chegaram dois homens numa moto Honda Bros e já foram atirando num caso de execução sumária. Ele era usuário e se tornou cadeirante desde que foi alvejado com um tiro na coluna deixando-o paraplégico, cujo crime foi praticado pelo pai de uma garota que o mesmo estava aliciando.

Já às 18 horas deste domingo a aposentada Irene Pereira Melo da Silva, que completou 82 anos no último dia 13 de maio sofreu uma queda em sua casa e faleceu sem tempo para socorro médico. Ela morava na Rua São Candido, 412 no bairro Salesianos em Juazeiro do Norte, onde esteve o rabecão recolhendo o corpo para ser necropsiado na Perícia Forense.
TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE
Meia hora depois morreu no Hospital Santo Antonio de Jardim Lucas Coelho de Souza, de 18 anos, que residia no Sítio Lagoa do Alto naquele município. Ele retornava de uma “pega de boi” numa caminhonete D-10 de cor azul dirigida por “Cícero de Vina” o qual, na descida da Serra Boa Vista, perdeu o controle e capotou. Lucas foi socorrido em estado grave ao hospital, mas faleceu pouco depois. Já o motorista não foi localizado pela PM e teria abandonado o local do acidente apenas com ferimentos leves.

Por volta das 19h30min, ainda no domingo, morreu no Hospital Regional do Cariri em Juazeiro Daniele Tavares de Oliveira, de 26 anos, que residia na Rua Vicente Lobo de Macedo (Bairro Caixa D’água) em Lavras da Mangabeira. Na tarde do dia 5 de maio ela pilotava uma moto levando o namorado na garupa quando perdeu o equilíbrio e caiu na rodovia perto da ponte sobre o Rio Salgado. A mesma esteve internada e recebeu alta do hospital local, mas passou mal e foi trazida ao HRC, onde faleceu.

Publicidade
Compartilhar

Mais do Site Miséria

Enquete
Você se sente seguro em sala de aula?

Qual seu sexo?

timelineResultado Parcial
TV Miséria
Humor