Polícia
Julgamento em Juazeiro
Acusado de matar agiota em Juazeiro é condenado por homicídio qualificado
Por:
Repórter Demontier Tenório
Em 25/05/2019 às 06:40

“Pereirinha” (no detalhe) foi morto a tiros por Macedo em Juazeiro (Foto: Reprodução/ Redes Sociais)

Compartilhar

Mais um réu sentou no banco para ser julgado pelo Conselho de Sentença em mais uma sessão ordinária do Tribunal do Júri em Juazeiro do Norte. Ao final do julgamento que durou cerca de dez horas, Francisco Macedo Bernardino, de 57 anos, foi condenado por homicídio qualificado a uma pena de 16 anos de prisão. No dia 13 de junho de 2017 ele matou a tiros Francisco Pereira de Sousa, de 48 anos, o “Pereirinha” que morava na Rua Santana Soares (Jardim Gonzaga) em Juazeiro.

O crime aconteceu na Rua Augusto Dias de Oliveira ao lado da empresa GD7 no bairro Leandro Bezerra quando a vítima pilotava sua moto. Segundo populares, ele costumava emprestar dinheiro a juros e, após investigações, a polícia prendeu Macedo no dia 23 de agosto daquele ano. A sentença chama a atenção para o fato de ser réu confesso e primário, conduta social idônea, personalidade sem referências negativas, porém considera que houve premeditação.

Consta ainda na sentença lida pelo juiz titular da 1ª Vara Criminal da Comarca de Juazeiro, Gustavo Henrique Cardoso Cavalcante, que houve a premeditação do crime “e a fria decisão de desferir um tiro no rosto do amigo e companheiro de negociação de imóveis”. Também foi negado ao réu o direito de apelar em liberdade. De acordo com as investigações coordenadas pelo Delegado Giovani Aquino, no dia do crime, Macedo tinha ligado para “Pereirinha” manifestando o desejo de pagar o dinheiro que lhe devia.

No local marcado, saíram juntos com Pereirinha pilotando a sua moto e levando o acusado na garupa. Ele não foi muito além, pois o seu amigo sacou um revólver calibre 38 sem que o piloto visse e efetuou um único disparo à queima roupa no rosto. Ao ser preso, Macedo contou ao delegado que vinha sendo pressionado para quitar o débito e temia ser morto por “Pereirinha”. Disse mais que a vítima estava com um revólver, mas esta arma não foi encontrada.

Compartilhar

Mais do Site Miséria

Enquete
Eleições 2020: Você acha que os pré-candidatos são muito antecipados em anunciar uma pré-candidatura ainda em 2019?

Qual seu sexo?

timelineResultado Parcial
TV Miséria
Humor