Polícia
Homicídio
Homem lesionado a pauladas durante bebedeira em Barro morre no Hospital de Brejo Santo
Por:
Repórter Demontier Tenório
Em 11/06/2019 às 18:00

"Rasgami" quando aguardava ser ouvido na Delegacia de Brejo Santo (Foto: Reprodução/Redes sociais)

Compartilhar

O agricultor Manoel Roberto da Silva, de 50 anos, que era apelidado por “Rasgami”, morreu no início da tarde desta terça-feira num dos leitos do Hospital Geral de Brejo Santo. Ele morava na Rua Mestre Bizil da Vila São José em Barro e estava numa bebedeira com Jurandir Barbosa da Silva, de 38 anos, conhecido como “Corote” que reside na mesma localidade.

Os dois passaram a discutir e, por volta das 20h30min desta segunda-feira, “Corote” apanhou um pedaço de pau e atingiu o seu colega de farra na cabeça. Imediatamente, “Rasgami” foi socorrido ao Hospital Santo Antonio de Barro e terminou liberado após receber seis pontos na cabeça. Uma patrulha da PM com o Sargento Nilson, o Cabo Luiz e os Soldados Clistenis, Deyson e Cabral prendeu o acusado e o levou à Delegacia de Polícia Civil de Brejo Santo.

Da mesma foram os PMs levaram a vítima e uma irmã de “Rasgami” no caso a cozinheira Cícera Roberto da Silva, residente no bairro Trajano Nogueira em Barro. Na delegacia, o mesmo passou mal e terminou socorrido pelo SAMU ao hospital de Brejo Santo. O acusado tinha sido liberado ainda na noite de ontem e, com a morte de “Rasgami”, ele ficou passando em frente à casa de familiares do mesmo quando PMs de Barro o detiveram e levaram à presença do Delegado de Polícia Civil, Paulo Hernesto.

Este foi o primeiro homicídio do mês de junho em Barro e o segundo de 2019 no município ou 40% em relação aos cinco assassinatos registrados no decorrer do ano passado. O outro deste ano tinha acontecido no dia 28 de maio quando Cícera Maria dos Santos, de 41 anos, foi morta a facadas por seu companheiro Dmdilson Pereira, de 60 anos, durante uma bebedeira na residência do casal no bairro Trajano Nogueira. Da mesma forma, o acusado foi preso por policiais militares de Barro.

Compartilhar

Mais do Site Miséria

Enquete
Vapt-Vupt de Juazeiro completa cinco anos e já atendeu 2,3 milhões de pessoas. Como você avalia o atendimento?

Qual seu sexo?

timelineResultado Parcial
TV Miséria
Humor