Polícia
Reveja imagens do crime
Preso acusado de matar comerciante em Juazeiro e polícia procura o mandante
Por:
Repórter Demontier Tenório
Em 24/06/2019 às 16:40

Preso esta manhã, “Eduardo da Barbalha” foi o autor material do crime por recomendação de Eduardo Alencar que está foragido desde o dia do assassinato de “Rodrigo do Sal” (Foto: Reprodução)

Compartilhar

A polícia civil de Juazeiro praticamente concluiu as investigações em torno do crime de pistolagem contra o comerciante e acusado de estelionatos Rodrigo Vinicius Santos de Gusmão, de 35 anos, o “Rodrigo do Sal”. Além disso, representou pela prisão preventiva do autor da execução e o mandante no que foi atendida pelo juiz titular da 1ª Vara Criminal da Comarca de Juazeiro. Na manhã desta segunda-feira policiais civis da 20ª Delegacia Regional de Juazeiro cumpriram um dos mandados.

Por volta das 07 horas, no Sítio Santana na zona rural de Barbalha, eles prenderam Eduardo Sampaio Santana, de 25 anos, o Eduardo da Barbalha, para responder por homicídio duplamente qualificado. Segundo as investigações do Núcleo de Homicídios e Proteção à Pessoa (NHPP) de Juazeiro, ele foi o autor dos disparos que resultaram na morte de Rodrigo por volta das 14 horas do último dia 21 de fevereiro no interior da chácara do comerciante vítima na Avenida Carlos Cruz (Bairro Carité) em Juazeiro.

De acordo com o Delegado Giovani Aquino, “Eduardo da Barbalha” era amigo da vítima e ali chegou na garupa de uma moto Honda NXR 150 Bros de cor preta e placa HYV-7906, pilotada por Eduardo Fernandes Alencar, de 50 anos. Este último exerce atividade como “veterinário” e era sogro de Rodrigo o qual tinha ido até à chácara ver um cavalo que o genro criava o que tinha sido agendado no dia anterior.

Conforme o que foi registrado pelas câmeras de segurança do imóvel, após se cumprimentarem, os dois foram até à baia de cavalos. Enquanto Eduardo Alencar distraía a vítima que estava dentro da baia, “Eduardo da Barbalha” adentrava o local sorrateiramente. Nisso, sacou uma arma de fogo e atirou na cabeça de Rodrigo causando sua morte. O sogro já estava um pouco distante da vítima pois sabia previamente que o genro seria morto e acompanhou a execução.

A primeira tentativa de disparo falhou quando Rodrigo, de acordo com as imagens, se aproxima de “Eduardo da Barbalha” e tenta segurar a mão do mesmo, mas foi em vão já que um novo tiro foi efetuado atingindo a vítima na cabeça quando caiu. Nisso, o “veterinário” sai caminhando para o lado externo da chácara, liga a moto e fica calmamente aguardando a chegada de Eduardo da Barbalha que concluía a execução após esperar para ver se tinha realmente matado o homem.

Os dois usavam capacetes e fugiram na moto em alta velocidade. De acordo com o delegado, o crime teve relações com negócios de compras e vendas entre Eduardo Alencar e Rodrigo, que comercializava sal mineral e comprava e vendia automóveis. A vítima respondia vários procedimentos na justiça por crimes de estelionato, violência doméstica, receptação e furtos junto às comarcas de Juazeiro do Norte, Milagres e Icó, além do estado do Pernambuco.

Ainda hoje, diligências foram feitas para tentar localizar e prender o autor intelectual do crime contra o qual existe, também, um Mandado de Prisão Preventiva, mas este não foi encontrado. A polícia disponibiliza o Whtasapp do Núcleo de Homicídios (085-98828.9662) para acolher denúncias sobre o seu paradeiro mediante a garantia de sigilo da fonte. Reveja as imagens do flagrante do homicídio feitas pelas câmeras de segurança da chácara onde Rodrigo morava.

Compartilhar

Mais do Site Miséria

Enquete
Você se sentiu ofendido com o comentário de Bolsonaro sobre os governadores do nordeste?

Qual seu sexo?

timelineResultado Parcial
TV Miséria
Humor