Esporte
Análise
Mesmo sem favoritismo, Fortaleza tem "chance na dificuldade" contra o Santos
Resultado positivo e surpreendente contra o Peixe poderá representar mudança de ares no Tricolor do Pici
Em 23/08/2019 às 08:00

Zé Ricardo mudou esquema do Fortaleza e quer colher resultados (Foto: Reprodução/ Diário do Nordeste)

Compartilhar

No futebol, o melhor cenário para afugentar a pressão é dentro de campo. Diante da dificuldade, a grande oportunidade do Fortaleza surge neste domingo (25), na Vila Belmiro, em duelo contra o Santos, o líder da Série A do Brasileiro.

Com o Leão ocupando a 14ª posição, a distância na tabela entre as equipes é de 15 pontos - 34 contra 17 - o que acentua o favoritismo do Peixe, ainda mais em casa. Na história, o Tricolor também traz o tabu de nunca ter vencido o adversário paulista, totalizando 12 partidas em 43 anos.

Todos são componentes de uma atmosfera que precisa ser explorada como motivação no elenco leonino. Disputando uma competição em que o clube se distanciou por mais de uma década, bater gigantes é importante para demonstrar força e adequar os objetivos no Brasileirão.

Em 15 rodadas, quatro das cinco vitórias do Fortaleza ocorreram contra times que estão posicionados próximos da zona de rebaixamento: Cruzeiro (16ª), Chapecoense (17ª), CSA (19ª) e Avaí (20ª), sendo o Athletico/PR (8ª) a exceção. Enfrentando rivais que brigam diretamente pelo título, o revés veio para Palmeiras (4x0), Flamengo (2x0), Grêmio (1x0) e Corinthians (1x3).

Restando nove pontos para atingir a meta no primeiro turno, 26, um triunfo sobre o Santos pode ser o caminho para a equipe reencontrar o bom futebol na competição. Apresentando apenas 38,8% de aproveitamento pós-Copa América, o time ainda tem pela frente partidas contra Goiás, Fluminense e Bahia até a virada.

Ousadia em campo

Com a defesa reforçada após as chegadas dos zagueiros Adalberto e Jackson, o Fortaleza definiu o esquema 4-3-3 para encara Santos. Na Vila Belmiro, a proposta deve mesclar velocidade e cadência. Aceitando a pressão da equipe de Sampaoli, que avança com os 10 homens de linha ao ataque, uma das saídas é explorar a velocidade nas laterais, mantendo uma transição organizada.

Diário do Nordeste

Compartilhar

Mais do Site Miséria

Enquete
Você sabe o que significa ou escuta podcasts?

Qual seu sexo?

timelineResultado Parcial
TV Miséria
Humor