Cariri
Transmissão de doenças graves
Entenda os riscos à saúde que os pombos nas praças de Juazeiro do Norte apresentam à população
Por Sarah Gomes
Em 17/09/2019 às 12:00

Imagem capturada nesta terça-feira (17), na Praça dos Franciscanos (Foto: Normando Sóracles/Agência Miséria)

Compartilhar

Há anos, os pombos são cada vez mais presentes em praças de Juazeiro do Norte. Essas aves apresentam grandes riscos à saúde humana através da transmissão de doenças graves, como a salmonela e a meningite. Na imagem capturada nesta terça-feira (17), na Praça dos Franciscanos, um bando de pombos ocupa parte do solo próximo aos bancos.

A ação da população tem contribuído para a formação de um ambiente favorável à reprodução de pombos. Alimentar e fornecer água para esses animais ajuda na proliferação descontrolada. Em centros urbanos como Juazeiro do Norte, os pombos podem viver de 3 a 5 anos e ter entre 20 e 30 ninhadas.

Os pombos transmitem doenças causadas por fungos, riquétsias e bactérias. A transmissão acontece, principalmente, através das fezes dessas aves. As fezes dos pombos devem ser limpadas com cautela, pois as bactérias presentes podem ser transmitidas pelo ar e inaladas.

Segundo informações da Secretaria de Meio Ambiente e Serviços Públicos (SEMASP), o município não conta com medida protetiva para a limpeza das fezes. O Ministério da Saúde recomenda o uso de luvas e máscaras durante a limpeza das fezes dos pombos, que devem ser umedecidas com desinfetante antes de serem recolhidas.

Compartilhar

Mais do Site Miséria

Enquete
Você já tentou subornar guardas de trânsito durante blitz?

Qual seu sexo?

timelineResultado Parcial
TV Miséria
Humor