Esporte
No Castelão
Fortaleza enfrenta a Chapecoense abrindo série
De quatro confrontos diretos contra times que lutam para fugir do rebaixamento que o Tricolor realizará ao longo do mês de outubro
Em 09/10/2019 às 08:35

Fortaleza enfrenta a Chapecoense abrindo série (Foto: Reprodução/ Diário do Nordeste)

Compartilhar

A volta de Rogério Ceni fez bem ao Fortaleza. Em dois jogos, o novo treinador venceu o Botafogo e, apesar da recente derrota para o São Paulo, por 2 a 1, o Leão teve evolução de desempenho, com atuação satisfatória. Entretanto, para o jogo contra a Chapecoense, hoje, às 20h30min, na Arena Castelão, não há margem para erro. O cenário é de necessidade por vitória e o Tricolor entrará em campo com o pensamento de que este é o único resultado que interessa para garantir tranquilidade na Série A.

Afinal, a distância para a zona de rebaixamento é de apenas três pontos. Embora não corra riscos de entrar no Z-4 nesta rodada, o Leão do Pici precisa vencer para se afastar da zona. Em caso de triunfo, a equipe pode ampliar a vantagem para seis pontos, dependendo de outros resultados.

A necessidade de vitória é ainda maior considerando o adversário. Lanterna do Brasileirão, com 15 pontos, a Chapecoense não vence há oito rodadas. São seis derrotas e dois empates neste período, e o time caminha a passos largos rumo ao rebaixamento.

Somar pontos contra quem também luta pela manutenção na Série A, aliás, é o grande desafio do Fortaleza no mês de outubro. O duelo contra a Chape será o primeiro dos confrontos diretos e o único em casa. O Tricolor enfrentará ainda Vasco, Cruzeiro e Avaí, nos dias 13, 27 e 30, respectivamente. Todos fora de casa.

O zagueiro Jackson sentiu incômodo no ombro e é dúvida. Porém, a grande incógnita de Rogério Ceni para a partida está no setor ofensivo. Romarinho e André Luis estão recuperados, mas há a possibilidade que não sejam titulares.

Se eles não jogarem, Ceni tem a alternativa de variação de esquema, utilizando o 4-3-3 com a presença de Mariano Vázquez, que entrou bem contra o São Paulo.

Reencontro especial

Quem tem vaga garantida é o goleiro Marcelo Boeck, que reencontrará a Chape, o ex-clube que mais marcou a carreira do camisa 1 leonino. Boeck fazia parte do elenco catarinense em 2016, quando houve o trágico acidente aéreo que culminou em 71 mortes. Para o arqueiro tricolor, enfrentar o Alviverde é sempre um momento de forte emoção.

"Vai ser especial. Algo que ficou marcado na minha vida, na minha profissão. Total respeito e admiração eterna ao clube, mas também sabendo que hoje nós estamos em uma equipe que tem seus objetivos. Por mais que tenha aquele gostinho de poder novamente enfrentar e estar no mesmo campo que a Chapecoense, quando começa o jogo a gente só pensa na vitória", destacou o capitão leonino.

Diário do Nordeste

Compartilhar

Mais do Site Miséria

Enquete
Você já tentou subornar guardas de trânsito durante blitz?

Qual seu sexo?

timelineResultado Parcial
TV Miséria
Humor