Cariri
Neurocirurgia
Procedimento cirúrgico inédito é realizado pelo hospital Santo Antônio, em Barbalha
Em 23/08/2017 às 10:50

Hospital Santo Antônio de Barbalha (Foto: Reprodução)

Compartilhar

Barbalha. Como se não bastasse a grande responsabilidade de ter implantado o primeiro serviço de neurocirurgia da região do Cariri, o Hospital Santo Antônio de Barbalha continua como uma das grandes referências para os tratamentos de pacientes neurocirúrgicos de todo o centro sul do Estado do Ceará, e estados circunvizinhos.

Mas este título de referência e a consequente credibilidade deste serviço não foram conquistados apenas pela coragem, o pioneirismo e o espirito empreendedor de seus diretores. Mas, principalmente, pelos investimentos em novas, moderníssimas e exitosas técnicas neurocirúrgicas aplicadas por profissionais renomados e de grande credibilidade como: Dr. João Ananias, Dr. Edson Lopes, Dr. Thiago Pimentel, Dr. Carlos Kennedy, Dr. Iuri Honcy, Dr. James Rocha, Dr. Ronaldo Ferreira e Dr. José Correia Junior. 

O Dr. José Correia Saraiva Junior, por sinal, realizou na ultima semana um procedimento inédito não só em nível de região, mas de todo o Estado do Ceara. Trata-se do tratamento de aneurisma cerebral, por meio de uma técnica de implantação de um stent desviador de fluxo especifico (malha que cobre o defeito do vaso), em uma paciente do sexo feminino, 58 anos. Em virtude do dispositivo utilizado no procedimento ser algo recém lançado, o procedimento ainda não é coberto pelo Sistema Único de Saúde – SUS. E o procedimento só foi possível graças ao conhecimento e o domínio desta técnica pelo Dr. José Correia Junior, e pela cobertura do plano de saúde da paciente.

De acordo com o Dr. José Júnior, além de o procedimento ter um tempo de duração muito menor em relação ao convencional, ele ainda traz inúmeras outras vantagens para o pacientes como: menor tempo de internamento e de recuperação pós cirúrgica, além de maior segurança no controle do aneurisma tratado. 

O ANEURISMA CEREBRAL

Trata-se de uma fraqueza em um vaso sanguíneo do cérebro, que infla e se enche de sangue e pode romper a qualquer momento. Segundo estatísticas mais de 2 milhões de casos são diagnosticados por ano, somente no Brasil. Sendo a maior incidência dos casos em adultos do sexo feminino.

Quem deve investigar? Entre os fatores para aumentar o risco de um aneurisma estão: fumo, hipertensão, uso de drogas ilícitas, consumo excessivo de álcool, entre outros. 

O diagnóstico poderá ser feito por meio de exames de imagem (arteriografia cerebral ou angioressonancia cerebral) com o acompanhamento por meio de um nossos especialistas neurocirurgiões, diariamente no Hospital Santo Antônio de Barbalha.

 

pordentrodoassunto01

Compartilhar

Mais do Site Miséria

Enquete
Você já tentou subornar guardas de trânsito durante blitz?

Qual seu sexo?

timelineResultado Parcial
TV Miséria
Humor