Sexta-feira
20 de Abril de 2018
Publicidade
Publicidade
Sexta-feira, 20 de Abril de 2018
Publicidade
Publicidade
Facebook

Encontro marcado por rede social termina em morte após discussão

Em 06/12/2017 às 06:30
Compartilhar
O suspeito do crime, Isaías Paulo de Amorim Neto, de 24 anos, foi preso no último domingo (3) (Foto: Reprodução)

Um encontro marcado pelo Facebook terminou em homicídio no mês de setembro deste ano. O autor do crime, identificado como Isaías Paulo de Amorim Neto, de 24 anos, foi preso no último domingo (3).

Durante a coletiva que aconteceu ontem (5) na Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o delegado Otávio Duarte Vieira Coutinho, da 6ª delegacia da Divisão de Homicídios, disse que o autor do crime e a vítima, identificado como Alex Sandro Lima Ribeiro, de 40 anos, se conheceram através do Facebook. "Alex Sandro fez a solicitação de amizade ao Isaías, e eles marcaram o primeiro encontro em uma lanchonete. A finalidade deles, segundo o autor do crime, era beber e fazer uso de drogas", explica o delegado. Tal encontro teria acontecido em meados de agosto.

Já durante o segundo encontro, que aconteceu na casa de Isaías, em setembro, a situação mudou. "Segundo Isaías, no segundo encontro que eles vieram a marcar, a vítima chegou a oferecer dinheiro para manter relações com ele, e ele rejeitou", explica o delegado. Ainda segundo os relatos do autor, após a rejeição, ambos continuaram bebendo, conversando e fazendo uso de drogas. Em determinado momento, porém, Alex Sandro teria tentado novas investidas.

"O Isaías repudiou a segunda tentativa e eles tiveram um conflito corporal, onde ele conseguiu dominar o Alex Sandro", explicou o delegado. Mesmo com a vítima imobilizada, Isaías utilizou uma faca para perfurá-lo na região do tórax e do abdômen. Alex Sandro não resistiu aos ferimentos.

Para a Polícia, não houve legítima defesa. "Ele já havia dominado o potencial agressor. Esfaquear o rapaz não justificaria uma legítima defesa, não haveria uma justa agressão", afirma o delegado Otávio Duarte Vieira.

Denúncias

O corpo foi encontrado na casa do autor. Após o homicídio, Isaías teria abandonado sua residência e fugido para o Município cearense de Mombaça. Depois de retornar a Fortaleza, ele foi acolhido na casa de sua ex-mulher, que, além de estar ciente do crime, foi a responsável por entrar em contato com o advogado que realizará a defesa de Isaías.

A vítima trabalhava como copeiro em uma casa. O autor do crime era pizzaiolo em um restaurante na Capital e não tinha antecedentes criminais.

Isaías Paulo foi preso na Avenida Beira-Mar, próximo ao Mercado dos Peixes, onde estava vendendo ostras. A Polícia recebeu denúncias dos colegas de trabalho do autor, que segundo o delegado Otávio Duarte Vieira, "temiam pelas próprias vidas e sentiam-se ameaçados". O acusado será indiciado por homicídio pela Polícia Civil.

Fonte: Diário do Nordeste

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
TJ Seguros
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
Quer reproduzir nosso conteúdo no seu blog ou site? Estabeleça uma parceria clicando aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira