Terça-feira
20 de Fevereiro de 2018
Publicidade
Publicidade
Terça-feira, 20 de Fevereiro de 2018
Publicidade
Publicidade
Esforço excessivo

Candidata de 25 anos morre durante teste físico de concurso para PM no Maranhão

Daniele Nunes Silva foi levada para uma Unidade de Pronto Atendimento, mas já chegou morta ao local (Foto: Reprodução/Facebook)
Em 01/02/2018 às 14:40

Uma candidata a soldado da Polícia Militar do Maranhão morreu na terça-feira (30) enquanto fazia o Teste de Aptidão Física (TAF) na segunda fase do concurso público para a PM. Daniele Nunes Silva, de 25 anos, que trabalhava como escrivã na Delegacia de Barra do Corda passou mal e morreu por esforço excessivo durante a realização das atividades físicas.

O TAF, etapa essencial para aprovação dos novos militares, estava sendo realizado no câmpus da Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Daniele foi levada para a Unidade de Pronto Atendimento do Bacanga, mas já chegou morta ao local. A informação da equipe médica é que ela sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC) provocado por esforço físico excessivo.

Até a publicação desta matéria, nem o governo do Estado nem o Cebraspe, instituto que organiza o concurso da Polícia Militar, haviam se pronunciado sobre o caso. O espaço permanece aberto para as manifestações.

Fonte: Diário do Nordeste

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
TJ Seguros
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
Quer reproduzir nosso conteúdo no seu blog ou site? Estabeleça uma parceria clicando aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira