Ceará
Segurança
´Operação Carnaval 2018´ tem reforço de 6.203 policiais
Compartilhar

Patrulhas do Batalhão de Polícia Rodoviária farão blitz nas rodovias estaduais (Foto: Reprodução/ Diário do Nordeste)

Em 08/02/2018 às 07:00
TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE

Para garantir a segurança dos foliões que irão aproveitar festas e praias do Interior do Ceará durante o Carnaval, além dos que optaram por celebrar a data em Fortaleza, o Governo do Estado divulgou, ontem, o reforço no trabalho das forças de segurança. Cerca de 6.200 agentes irão compor as equipes de apoio.

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), a ‘Operação Carnaval 2018’ tem início as 18h de amanhã e se estenderá até às 6h da Quarta-feira de Cinzas (14). O efetivo será composto por 4.944 policiais militares, 285 policiais civis, 596 bombeiros militares, 63 servidores da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce), 65 servidores da Coordenadoria da Pasta e 250 agentes do Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE


As equipes em solo, mar e ar atuarão, segundo a Pasta, 24 horas por dia. Comparada à ação de 2017, quando foram designados 3.140 homens para o reforço da segurança durante o feriado, neste ano, haverá aumento de cerca de, 90% no efetivo. O maior acréscimo é o da Polícia Militar, no ano passado haviam sido destinados 2.103 PMs.

O titular da SSPDS, André Costa, afirmou que o aumento do efetivo militar para a operação será proporcionado, porque, em 2017, foram formados 2.600 servidores. O secretário acrescentou que o incremento no número estava previsto antes dos últimos grandes ataques das facções criminosas, registrados nas últimas semanas.

TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE


“Conseguimos aumentar o policiamento ostensivo em Fortaleza e nas cidades do Interior que pediram uma atenção especial. Todas essas informações sobre ataques de facções que circulam estão sendo investigadas. O trabalho da Polícia Civil não para. Em todo este período também teremos nosso Comando de Controle funcionando a todo vapor”, disse o secretário.

O plano operacional determina que os agentes de Segurança Pública estejam presentes em todas as 22 Áreas Integradas de Segurança (AIS) do Ceará. A Secretaria afirma que não haverá alteração do efetivo ordinário na Capital em decorrência das movimentações dos policiais para outros municípios.

Os recursos empregados, efetivo e a abrangência territorial fazem a ‘Operação Carnaval 2018’ ser considerada pelo Governo como a maior operação da Segurança Pública do Estado do Ceará. A expectativa do secretário é que este feriado seja mais seguro e marcado pela diversão dos cearenses e turistas.

Complemento

Devido ao aumento no número de festas em cidades do Interior, as delegacias de diferentes regiões também devem ser reforçadas. Segundo a SSPDS, os equipamentos da Polícia Civil de Aracati, Baturité, Beberibe, Camocim, Cascavel, Fortaleza, Guaramiranga, Jijoca de Jericoacoara, Paracuru e São Benedito receberão auxílio.

Ao longo deste feriado prolongado, as delegacias de Guaramiranga, Camocim e São Benedito passam a ser plantonistas. André Costa lembra que o funcionamento 24 horas no período é importante para receber a demanda da população e ocorrências vindas da Polícia Militar.

O delegado geral Everardo Lima ressalta que, já nos dias que antecedem a festa, foram intensificadas as investigações acerca dos grupos criminosos atuantes no Interior. Conforme Lima, de ontem até amanhã, a Polícia Civil realiza seis grandes operações no Estado.

“O trabalho feito durante os festejos é importante, mas não descuidamos do trabalho que antecede essa data. Até sexta vamos realizar seis operações no Ceará. A primeira operação foi em Coreaú, com 15 presos. Queremos garantir a segurança dos foliões. Com muito trabalho, vamos chegar ao fim do Carnaval com sucesso obtido e o menor número de homicídios possível”, afirmou o delegado geral.

Vigilância

O esquema de segurança nas estradas estaduais também foi apresentado pela SSPDS durante a coletiva. Nas CEs estarão distribuídos 466 policiais militares lotados no Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRe). A programação é que, a cada dia do Carnaval 2018, o efetivo da corporação trabalhe distribuído em 25 pontos fixos, 65 postos avançados, 48 motos, 20 guinchos e 46 viaturas.

A SSPDS afirma que as estradas do Ceará serão monitoradas 24 por dia com apoio da Central de Monitoramento da Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops), em Fortaleza. O sistema de leitura de placas de veículos estará em funcionamento em diversos municípios para localizar veículos com restrição de roubo e furto.

Segundo o tenente-coronel do BPRe, Ronaldo Silva, em todos os 90 postos de fiscalização existirão etilômetro. Silva lembra que os condutores que estejam sob efeito de bebida alcoólica, não podem dirigir. O alerta é reiterado pelo coronel Carlos Viana, comandante geral adjunto do Corpo de Bombeiros Militar do Ceará, cuja atenção, neste período, deve estar voltada para a prevenção de afogamentos.

Viana acrescenta que a atuação dos bombeiros será nos municípios litorâneos, nas localidades do Interior com açudes e regiões com previsão de aglomeração de pessoas. Nas praias, guarda-vidas distribuirão pulseiras com identificações para evitar que crianças se percam.

“A gente pede que os maiores guarda-vidas de cada criança sejam os pais delas. Nas casas com piscinas, atenção sempre. Se for tomar banho, manter a água na cintura. Todos nós, cada um na sua área específica de atuação, estamos preparados para fazer deste um evento tranquilo”, ponderou o comandante do Corpo de Bombeiros Militar.

Diário do Nordeste


Compartilhar

Publicidade
Mais do Site Miséria
Publicidade

Enquete
Qual rede social você mais usa?

Qual seu sexo?

timelineResultado Parcial
TV Miséria
Humor