Sábado
22 de Setembro de 2018
Publicidade
Publicidade
Sábado, 22 de Setembro de 2018
Publicidade
Publicidade
Roteiro de cultura

Centro Cultural na Rffsa de Juazeiro deverá ter bares e cafeteria construídos em vagões de trem

Por Felipe Azevedo/ Agência Miséria
Em 05/03/2018 às 11:55
Compartilhar
Estação da Rffsa em Juazeiro do Norte deverá ganhar Centro Histórico em breve (Foto: Guto Vital/ Agência Miséria)

A estação da Rede Ferroviária Federal (Rffsa) em Juazeiro do Norte, poderá se transformar em um Centro Cultural com atrações que incluem bares, cafeterias e galerias de arte instaladas dentro de antigos vagões de trem.

O projeto foi apresentado pela Secretaria de Cultura (Secult) durante reunião em Fortaleza nos dias 27 e 28 de fevereiro ao Sindicato da Rffsa e ao engenheiro aposentado da antiga estatal, o memorialista Hamilton Pereira

De acordo com a secretaria, ainda faz parte do plano a criação do Museu do Trem, um espaço de exposição permanente que contará a história da estação ferroviária, inaugurada pelo Padre Cícero em 1926.

O prédio da estação passa atualmente por avaliação de uma equipe técnica da Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), com acompanhamento da Secult. A ideia é realizar uma restauração arquitetônica da edificação, resgatando e preservando aspectos originais desde a sua inauguração, diz a prefeitura.

O ponto alto do projeto, no entanto, deverá sera utilização de vagões de trens antigos como espaço de convivência no Centro Cultural. A novidade prevê instalação de cafeterias, bares e espaço para exposições de arte e realização de atividades artísticas e culturais.

Para tanto, a secretaria deverá pleitear junto ao Metrô de Fortaleza (Metrofor) e ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) a doação de vagões e locomotivas.

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
Quer reproduzir nosso conteúdo no seu blog ou site? Estabeleça uma parceria clicando aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira