Esporte
Campeonato Carioca
Vasco e Fluminense abusam das falhas nas conclusões e ficam no 0 a 0
Compartilhar

Vasco e Fluminense não conseguiram balançar as redes nesta quarta-feira (Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br)

Em 08/03/2018 às 06:50
Publicidade

Em um clássico com muita correria nesta quarta-feira, Vasco e Fluminense acabaram empatando em 0 a 0 no Engenhão, pela quarta rodada da Taça Rio. Com o resultado, os vascaínos seguem na liderança do grupo B, com sete pontos. Já os tricolores também aparecem na ponta da tabela, só que  do grupo C, com dez tentos.

O técnico Zé Ricardo surpreendeu ao escalar o Vasco com três zagueiros. No entanto, o Fluminense teve mais posse de bola de bola no primeiro tempo e a melhor chance, com Sornoza. Na etapa final, os vascaínos equilibraram o confronto e desperdiçaram boa oportunidade com Rildo.

Publicidade


Na próxima rodada, o Vasco terá pela frente o Madureira, neste sábado, em Moça Bonita. O Fluminense, por sua vez, entra em campo no domingo, contra o Nova Iguaçu, no Maracanã.

O jogo – O Fluminense iniciou o clássico tendo o domínio da posse de bola. Os tricolores criaram a primeira boa chance da partida aos dois minutos. Após cruzamento de Gilberto, Pedro cabeceou para defesa segura de Martín Silva.

Publicidade


O Vasco buscava avançar nos contra-ataques e quase abriu o placar aos oito minutos. Yago Pikachu tabelou com Riascos, entrou na área e chutou para grande defesa de Julio Cesar.

Aos poucos, os vascaínos equilibraram o confronto. Com isso, o clássico passou a ficar concentrado entre as intermediárias, com as equipes preocupadas em não deixar o adversário criar boa chance de gol. O Vasco voltou a chegar com perigo aos 19 minutos. Após cruzamento de Rildo, Riascos cabeceou, mas em cima da zaga.

O susto fez o Fluminense acordar e voltar a buscar o ataque com mais intensidade. Aos 21 minutos, Marcos Júnior tocou para Sornoza na entrada dia área e o meia chutou, mas também em cima dos zagueiros.

A partir daí, o jogo diminuiu de ritmo. As duas equipes tocavam muito a bola, mas sem qualquer objetividade. Somente aos 42 minutos, o Fluminense teve a melhor chance da partida. Gilberto cruzou para Sornoza, que mesmo livre, cabeceou pela linha de fundo. Assim, o clássico foi para o intervalo com o placar inalterado no Nilton Santos.

No segundo tempo, os dois times voltaram com mais disposição. Enquanto o Fluminense seguia tendo mais posse de bola, o Vasco criou a primeira chance da etapa final, aos quatro minutos. Riascos fez boa jogada individual e cruzou rasteiro para a área. A bola passou por todo mundo e chegou em Rildo. No entanto, o atacante não conseguiu empurrar a bola para a rede e a viu sair pela lateral.

Os tricolores não se intimidaram com o susto e responderam aos 11 minutos. Primeiro, Gilberto finalizou da entrada da área e obrigou Martín Silva a fazer grande defesa. Depois, na cobrança de escanteio, Gum cabeceou sobre o travessão.

O lance animou o Fluminense, que passou a dominar o clássico. Os tricolores quase marcaram aos 14 minutos. Sornoza chutou de fora da área e acertou a trave de Martín Silva.

Só que o susto desta vez acordou os cruzmaltinos, que passaram a dominar o jogo. Tanto que aos 19 minutos Thiago Galhardo chutou de fora da área, a bola desviou em Richard e obrigou Julio Cesar a fazer grande defesa com os pés. Depois, foi a vez de Riascos fazer jogada individual e chutar com perigo ao gol de Julio Cesar.

Com o passar do tempo, as duas equipes sentiram o cansaço. Mesmo assim, tanto Vasco quanto Fluminense continuavam impondo muita velocidade em campo, mas com muitos erros de passes. Nos minutos finais, os tricolores ainda tentaram mais o gol, só que sem sucesso. Assim, o confronto permaneceu empatado até o apito final.

FICHA TÉCNICA
VASCO 0 X 0 FLUMINENSE

Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 7 de março de 2018 (Quarta-feira)
Horário: 19h30(de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes: Dibert Pedrosa Moisés (RJ) e Eduardo de Souza Couto (RJ)
Renda: R$ 154.905,00
Público: 5.625 pagantes
Cartões amarelos: Thiago Galhardo e Henrique (Vasco); Jadson, Renato Chaves, Gilberto e Richard (Fluminense)

VASCO: Martín Silva, Werley (Paulinho), Frison Erazo, Paulão; YagoPikachu, Leandro Desábato, Wellington, Wagner (Thiago Galhardo) e Henrique; Rildo (Andrés Rios) e Riascos
Técnico: Zé Ricardo

FLUMINENSE: Júlio César, Gum, Renato Chaves e Ibañez (Douglas); Gilberto, Richard, Jadson, Junior Sornoza e Ayrton Lucas; Marcos Júnior (Robinho) e Pedro (Dudu)
Técnico: Abel Braga

Fonte: Gazeta Esportiva


Compartilhar

Publicidade
Mais do Site Miséria
Publicidade

Enquete
Você acha que deve haver leis mais duras para quem agride animais no Brasil?

Qual seu sexo?

timelineResultado Parcial
TV Miséria
Humor