Esporte
Campeonato Carioca
Na volta de Júlio César, Flamengo derrota o Boavista e lidera o Grupo B
Compartilhar

Flamengo venceu com facilidade a equipe do Boavista pelo Campeonato Carioca (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

Em 08/03/2018 às 07:00
Publicidade

O Flamengo derrotou o Boavista por 3 a 0, em partida disputada na noite desta quarta-feira, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, pela quarta rodada da Taça Rio. Com a vitória, o rubro-negro da Gávea reassumiu a liderança do Grupo B com nove pontos ganhos, dois a mais do que o Vasco, que ocupa a segunda colocação. O Boavista segue com seis pontos, na quarta colocação do Grupo C.

O jogo marcou marcou a volta do goleiro Júlio César, 16 anos depois de ter deixado o clube rubro-negro para atuar no futebol europeu. Júlio César foi muito festejado pela torcida e quase não teve trabalho com o ataque adversário. Os gols foram marcados no segundo tempo por Rodinei, Diego e Lucas Paquetá, os dois últimos em cobranças de falta.

Publicidade


Na próxima rodada, o Flamengo vai enfrentar o Macaé, no Moacyrzão. O Boavista vai receber o Bangu em Bacaxá.

O jogo – Apesar do campo pesado por causa do temporal que desabou pouco antes do jogo, o Flamengo partiu para cima do Boavista desde o início da partida. Logo aos dois minutos, Paquetá abriu para Rodinei que avançou pela direita e cruzou. Henrique Dourado deixou passar e Lucas Paquetá apareceu para bater com muito perigo.

Publicidade


Depois de um início assustado pela pressão do adversário, o Boavista foi se encontrando em campo e a partida se tornou mais equilibrada. Aos 14 minutos, o time de Bacaxá chegou pela primeira vez com relativo perigo em chute cruzado de Julio César, mas a bola saiu.

Lucas Paquetá era o mais eficiente atacante rubro-negro. O atacante se livrou de três marcadores e foi derrubado na entrada da área. O mesmo Paquetá bateu rasteiro, mas a bola não passou pela barreira. O Flamengo tinha mais posse de bola, mas não conseguia penetrar na defesa do Boavista que estava bem armada. O time de Bacaxá, por sua vez, conseguia manter o time rubro-negro longe da sua área, mas também não conseguia incomodar o gol defendido por Júlio César.

Por volta dos 30 minutos, a chuva voltou a cair forte, o que determinou a quebra de ritmo por parte das duas equipes. Aos 39 minutos, após lançamento errado de Diego a bola acabou sobrando para Everton que cruzou forte, mas a zaga do Boavista desviou para escanteio. Na cobrança, a bola sobrou para Everton que chutou forte e Rafael fez boa defesa.

O Flamengo começou o segundo tempo criando uma grande jogada. Éverton Ribeiro fez grande lançamento para Everton que invadiu e chutou forte, mas Rafael fez grande defesa. Depois de um primeiro tempo apagado, Éverton Ribeiro passou a participar mais do jogo, criando boas jogadas para o ataque.

O time dirigido por Paulo Cesar Carpegiani dominava completamente e, aos 13 minutos, foi a vez de Henrique Dourado desperdiçar uma ótima chance depois de receber na área e chutar torto, bem longe do gol de Rafael.

A supremacia do Flamengo se transformou em vantagem aos 18 minutos. Após cobrança de escanteio, a bola atravessou a área e sobrou para o lateral Rodinei que bateu para o gol. O goleiro Rafael falhou e viu a bola morrer no fundo das suas redes.

O Boavista não mostrou forças para reagir e o Flamengo ampliou aos 36 minutos. Diego bateu falta e o goleiro Rafael pulou atrasado e não conseguiu chegar na bola.

Aos 40 minutos, Júlio César fez a primeira defesa em chute de Tartá e foi muito aplaudido pela pequena torcida presente ao Raulino de Oliveira. Dois minutos depois, Lucas Paquetá marcou o terceiro gol em perfeita cobrança de falta, sem chances para o goleiro do Boavista.

FICHA TÉCNICA
BOAVISTA 0 X 3 FLAMENGO

Local: Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ)
Data: 7 de março de 2018 (Quarta-feira)
Horário: 21h45 (horário de Brasília)
Público: 2842 pagantes
Árbitro: João Ênnio Sobral (RJ)
Assistentes: Thiago Rosa de Oliveira (RJ) e Thiago Gomes Magalhães (RJ)
Cartão Amarelo: Elivelton(Boa); Diego(Fla)
Gols: Rodinei, aos 18 minutos, Diego aos 36 minutos e Lucas Paquetá aos 42 minutos do segundo tempo

BOAVISTA: Rafael , Gabriel, Gustavo, Elivelton e Julio César; Douglas Pedroso(Renan Donizete), Willian Maranhão, Lucas e Tartá; Marquinho(Thiaguinho) e Felipe Augusto
Técnico: Eduardo Allax

FLAMENGO: Júlio César, Rodinei, Rhodolfo, Juan e Renê; Cuéllar, Lucas Paquetá, Diego, Éverton Ribeiro(Willian Arão) e Everton(Geuvânio); Henrique Dourado(Felipe Viseu)
Técnico: Paulo Cesar Carpegiani

Fonte: Gazeta Esportiva


Compartilhar

Publicidade
Mais do Site Miséria
Publicidade

Enquete
Você acha que deve haver leis mais duras para quem agride animais no Brasil?

Qual seu sexo?

timelineResultado Parcial
TV Miséria
Humor