Sábado
17 de Novembro de 2018
Publicidade
Publicidade
Sábado, 17 de Novembro de 2018
Publicidade
Publicidade
Com um soco no rosto

Delator da Lava Jato agride namorada na frente de restaurante em SP

Em 24/08/2018 às 17:20
Compartilhar
Alexandre Margotto e a namorada, Taiana Camargo (Foto: Reprodução)

A cena aconteceu às 14 horas da sexta 17 em uma rua movimentada do bairro nobre do Itaim Bibi, em São Paulo. O delator Alexandre Margotto, parceiro de Eduardo Cunha e Lúcio Funaro, condenado há dois meses à pena de quatro anos de reclusão em regime aberto por corrupção ativa, deu um soco no rosto da namorada, Taiana Camargo, ex-modelo que foi capa da revista Playboy em janeiro de 2015. Ela caiu na calçada, desacordada. Foi socorrida e levantada por clientes do restaurante Corrientes 348, onde o casal almoçava e tomava vinho.

Alexandre saiu correndo assim que uma menina sacou o celular para tirar uma foto dele. Taiana chorou muito, mas se recusou a chamar a polícia para registrar a agressão. “Ele está enrolado na Lava Jato, pode se prejudicar”, justificou-se então. Para chamar um amigo, pediu emprestado o celular de uma desconhecida que veio em seu socorro, alegando que seu telefone estava sem crédito.



Taiana entende de Lava Jato. Ela foi namorada do doleiro e também delator Alberto Youssef, que hoje cumpre pena em regime aberto usando tornozeleira eletrônica. Vizinhos do local, Taiana e Margotto são vistos com frequência nas mesas externas do restaurante, onde já discutiram em outras ocasiões — mas sem descambar para a violência física. Jorge Delmanto Bouchabki, advogado de Margotto, nega que tenha havido “briga, ameaças ou xingamentos”.

Fonte: Veja

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
Quer reproduzir nosso conteúdo no seu blog ou site? Estabeleça uma parceria clicando aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira