Segunda-feira
24 de Setembro de 2018
Publicidade
Publicidade
Segunda-feira, 24 de Setembro de 2018
Publicidade
Publicidade
Na Arena Grêmio

Grêmio vence Estudiantes nos pênaltis e avança na Libertadores

Em 29/08/2018 às 07:15
Compartilhar
Everton (esq) comemora após marcar gol durante partida contra o Estudiantes, válida pelas oitavas de final da Copa Libertadores da AmÉrica, realizada em Porto Alegre (RS) - 28/08/2018 (Foto: Itamar Aguiar/AFP)

O Grêmio pressionou o jogo inteiro, mas foi conseguir o gol salvador aos 47 minutos do segundo tempo, marcado por Alisson. Venceu o Estudiantes no tempo regulamentar por 2 a 1 nesta terça-feira, 27, na Arena Grêmio, e mandou a decisão para os pênaltis, pois os argentinos haviam vencido pelo mesmo placar no jogo de ida.

Nas penalidades, venceu por 5 a 3 e avançou às quartas de final da Libertadores. Os cinco cobradores do time tricolor marcaram: Maicon, Everton, Jael, Alisson e André, que bateu o pênalti decisivo. Pelo lado argentino, Campi isolou a segunda cobrança e colocou a equipe brasileira na próxima fase.

O Grêmio terá pela frente o Atlético Tucumán, também da Argentina, que perdeu nesta terça-feira por 1 a 0 para o Atlético Nacional, fora de casa, mas avançou por ter ganhado o jogo de ida por 2 a 0. A primeira partida das quartas será em Porto Alegre e a volta na Argentina. O time tricolor volta a campo no sábado, quando receberá o Botafogo, em sua arena, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O Grêmio dominou o adversário por quase toda a partida e a impressão inicial era de que conseguiria a virada. O time anfitrião abriu o marcador logo aos seis minutos. Jael deu um tapa para Everton, que errou a matada, mas aproveitou o quique da bola e de um toque por cobertura sobre o goleiro Andujar: 1 a 0.

Os argentinos saíram para o jogo e calaram a festa da torcida tricolor dois minutos mais tarde em sua única chegada ao ataque durante os 90 minutos. Geromel errou ao tentar afastar a bola, Lucas Rodríguez roubou e tocou na saída do goleiro Marcelo Grohe para deixar tudo igual.

O Estudiantes então recuou novamente e deixou o Grêmio tocar como queria na intermediária. O time tricolor rodava a bola e não conseguia criar chances de gol. Léo Moura chegava com facilidade à linha de fundo pelo lado direito, mas cruzou três vezes nas mãos de Andujar. O centroavante Jael estava sumido em campo.

A melhor chance de o Grêmio voltar à frente do marcador veio aos 40 minutos. Após cobrança de escanteio, Geromel cabeceou e a bola sobrou para Luan que, sem ângulo, bateu como conseguiu e Andujar mandou para a linha de fundo.

O Grêmio continuou em cima do Estudiantes. Jael perdeu duas oportunidades antes dos dez minutos iniciais. Na primeira furou uma bicicleta. Na outra, limpou o marcador e mandou por cima do gol. Jailson também bateu de fora da área e obrigou Andujar mandar para escanteio.

O Estudiantes mal conseguia passar do meio-campo e o técnico Renato Gaúcho aproveitou para botar mais pressão ao trocar o lateral-direito Léo Moura pelo centroavante André. Em sua primeira participação, André cruzou da direita, Jael desviou, a bola tocou na ponta da chuteira de Sánchez, bateu na trave e saiu.

De tanto insistir, o gol saiu aos 47 minutos do segundo tempo. Luan cobrou falta da esquerda na primeira trave e Alisson apareceu para desviar para as redes. A bola bateu na trave antes de entrar.

A decisão então foi para os pênaltis. Pelo Grêmio, Maicon, Everton, Jael, Alisson e André marcaram. Pelo Estudiantes, Lucas Rodríguez, Noguera e Lugüercio marcaram; Campi errou e o time tricolor avançou para as quartas de final.

Fonte: Veja

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
Publicidade
TJ Seguros
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
Quer reproduzir nosso conteúdo no seu blog ou site? Estabeleça uma parceria clicando aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira