Brasil
Após incêncio
MEC diz que apoiará UFRJ na recuperação do museu
Compartilhar

Incêndio destruiu 20 milhões de itens históricos do Museu Nacional (Foto: Reprodução/ Terra)

Em 03/09/2018 às 09:00
TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE

O ministro da Educação, Rossiele Soares, afirmou hoje (2) que não serão medidos esforços para auxiliar a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) para recuperar o patrimônio atingido pelo incêndio no Museu Nacional, que fica na Quinta da Boa Vista, no Rio de Janeiro.

Em nota, o MEC lamentou o episódio. "O Ministério da Educação lamenta o trágico incêndio ocorrido neste domingo no Museu Nacional do Rio de Janeiro, criado por DomJoão VI e que completa 200 anos neste ano."

TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE
Rossiele Soares reiterou o empenho e apoio à UFRJ. "O MEC não medirá esforços para auxiliar a UFRJ no que for necessário para a recuperação desse nosso patrimônio histórico."

O Museu Nacional é vinculado à Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e tem perfil acadêmico e científico.
TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE
Mais antiga instituição histórica do país, o Museu Nacional do Rio foi fundado por D.João VI, em 1818. Tem nota elevada por reunir pesquisas raras, como esqueletos de animais pré-históricos (dinossauros) e múmias.

O local foi sede da primeira Assembleia Constituinte Republicana de 1889 a 1891, antes de ser destinado ao uso de museu, em 1892. O edifício é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

No acervo, com cerca de 20 milhões de itens, há diversificação nas peças, pois reúne coleções de geologia, paleontologia, botânica, zoologia e arqueologia. Há, ainda, uma biblioteca com livros com obras raras.

O Museu Nacional do Rio oferece cursos de extensão e pós-graduação em várias áreas de conhecimento.

Terra


Compartilhar

Publicidade
Mais do Site Miséria

Enquete
Na sua opinião, qual deputado com raízes no Cariri está se saindo melhor?

Qual seu sexo?

timelineResultado Parcial
TV Miséria
Humor