Domingo
23 de Setembro de 2018
Publicidade
Publicidade
Domingo, 23 de Setembro de 2018
Publicidade
Publicidade
Mortes no Cariri

Motoqueiro bate num poste e morre em Porteiras num dos seis corpos que chegaram ao IML

Por Demontier Tenório
Em 11/09/2018 às 09:00
Compartilhar
Acidente com motoqueiro em Porteiras aconteceu na Avenida Maria Gonçalves Dantas (Foto: Reprodução/Google Street View)

Após um final de semana com 17 corpos necropsiados na Perícia Forense de Juazeiro do Norte, outros seis cadáveres deram entrada de ontem para hoje com o mesmo objetivo. Um deles veio de Porteiras por conta de um acidente de trânsito com vítima fatal ocorrido por volta de 01h30min desta terça-feira. O agricultor Nivaldo Vidal Leandro, de 34 anos, que residia no Sítio Cancela na zona rural de Porteiras, foi a vítima.

Ele pilotava sua moto Honda CG 150 Fan de cor vermelha e placa OCO-5787, inscrição de Porteiras, quando perdeu o equilíbrio e bateu violentamente contra um poste da rede elétrica. O acidente aconteceu na Avenida Maria Gonçalves Dantas na área central da cidade e Nivaldo, que estava sem capacete, morreu no local segundo a constatação de profissionais de saúde do SAMU.

OUTROS - Logo cedo já tinha chegado o corpo de Adailson Bezerra dos Santos, de 26 anos, o “Momo”, encontrado crivado de balas no Distrito de Umburanas em Mauriti. Momentos depois, morreu no Hospital Santo Antonio de Barbalha o estivador Cícero Bernardo da Silva, de 37 anos, que residia na Rua Antonio Pereira em Jucás e ali se envolveu num acidente com moto. Já no Sítio Salgadinho em Aurora, o jovem Gledson de Andrade Luna, de 22 anos, praticou o suicídio por enforcamento.

Por volta de 02h30min da madrugada desta terça-feira morreu num dos leitos do Hospital Regional do Cariri (HRC) em Juazeiro Raimundo Cosmo de Oliveira, de 50 anos, que residia na Rua Paulo Nogueira no centro de Catarina. Ele foi baleado em sua cidade na noite do último dia 6 de setembro. Já às 06h30min, igualmente de hoje, foi encontrado na Rua Edite Teles (Bairro Vila Lobo) em Crato o corpo de um morador de rua. Tudo indica que morte por causa natural já que não existiam marcas de violência.

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
Publicidade
TJ Seguros
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
Quer reproduzir nosso conteúdo no seu blog ou site? Estabeleça uma parceria clicando aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira