Quarta-feira
19 de Setembro de 2018
Publicidade
Publicidade
Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018
Publicidade
Publicidade
Assistência técnica

Acessórios não originais são culpados por 50% dos reparos de celular

Em 11/09/2018 às 13:20
Compartilhar
Pagar metade do preço em um fone de ouvido ou carregador de bateria pode parecer tentador (Foto: Reprodução/ Notícias ao Minuto)

Comprar um segundo carregador, cabo ou fone de ouvido para o smartphone é algo comum hoje, pois são acessórios frágeis que danificam com o tempo e não dá para ficar sem reserva. Nesse momento surge o dilema: comprar o baratinho em lojas populares ou pagar mais caro no acessório original vendido pelos fabricantes.

Pagar metade do preço em um produto paralelo pode sair mais caro, afirma o Rodrigo Bonacorso, gerente de laboratório da PLL Assistências do Grupo PLL, empresa especializada em serviços de assistência técnica de celulares.

“Os produtos dos fabricantes são mais caros porque passam por diversos testes de qualidade, são certificados pela Anatel e ainda garantem uma vida útil mais longa ao celular. Já os paralelos são baratos, mas podem danificar o aparelho e causar uma série de problemas que ao longo do tempo a pessoa terá que gastar com reparo do celular e um novo acessório”, ressalta Rodrigo em entrevista à ´Maxpress´.

Um carregador genérico afeta o desempenho da bateria e faz a fonte jogar mais energia que o necessário, o que superaquece o smartphone e incha a bateria interna. Um fone de ouvido que não é original do fabricante danifica a entrada do conector. “Muitas vezes as pessoas reclamam que o celular novinho com pouco tempo de uso está com mau contato e problemas no áudio, sem saberem que a causa disso fora os acessórios de má qualidade comprados por elas. Por isso, a importância de optar sempre por produtos originais e serviços de uma assistência de qualidade”, alerta o gerente de laboratório da PLL.

NoticiasaoMinuto

Publicidade
Compartilhe
Comentários
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
© ACONTECEU, TÁ NO MISÉRIA
Quer reproduzir nosso conteúdo no seu blog ou site? Estabeleça uma parceria clicando aqui.
Desenvolvido por Kleber Ferreira