Cariri
Aprovação da vigilância
Centro de Controle de Zoonoses de Juazeiro tem regularização de funcionamento
Compartilhar

Por João Boaventura Neto
Em 07/12/2018 às 07:30
Publicidade

O Centro de Controle de Zoonoses de Juazeiro do Norte tem regularização completa de funcionamento. Após dez anos, o Controle de Zoonoses (CCZ) de Juazeiro do Norte conseguiu, pela primeira vez, obter toda a documentação necessária que regulariza a atuação do setor.

Entre os documentos, foram obtidos a aprovação da vigilância sanitária, alvará de funcionamento da Prefeitura Municipal, carta de anuência da Secretaria de Meio Ambiente e Serviços Públicos (Semasp) e licença de operação da Autarquia Municipal de Meio Ambiente (Amaju).

Publicidade


O CCZ, que tem sua atuação vinculada à Secretaria de Saúde (Sesau), enfrentava várias dificuldades, sobretudo quanto à estrutura física do prédio onde funciona. Ao verificar as condições do local, a gestão municipal realizou reforma completa do espaço, proporcionando melhorias em toda a rede elétrica e hidráulica das instalações, melhorando as condições de alojamento dos canis e do curral, garantindo assim mais segurança tanto para os animais quanto para os profissionais e usuários.

A coordenadora do CCZ, Rose Rodrigues, ressalta que a administração municipal tem dado todo o suporte necessário para o bom funcionamento do setor. 

Publicidade


Para o advogado do CCZ, Jucycler Ferreira, a placa de licença de operação da AMAJU representa a seriedade do trabalho. 

Atuação do CCZ

Segundo a coordenadora, o setor está realizando suas ações de acordo com todas as normas descritas em Portaria do Ministério da Saúde, que diz que o CCZ não deve trabalhar como abrigo para animais saudáveis, que não pode intervir em crime ambiental e nem realizar castração de animais, por exemplo.

No local, são mantidos os animais sob vigilância para saber se têm alguma zoonose. Uma vez descartada a suspeita e passados os dias de observação, eles ficam disponíveis para adoção responsável. “Nosso trabalho é de vigilância em zoonoses, é retirar da área pública e receber aqueles animais que colocam em risco diretamente a saúde da população”, ressalta Rose.

No momento, a coordenação do CCZ planeja promover a questão da prevenção de acidentes entre os funcionários, onde serão ofertadas capacitações e palestras sobre o tema. Também será feito o acompanhamento médico e das condições de saúde de todos eles.


Compartilhar

Publicidade
Mais do Site Miséria
Publicidade

Enquete
Você acha que deve haver leis mais duras para quem agride animais no Brasil?

Qual seu sexo?

timelineResultado Parcial
TV Miséria
Humor