Morte de motorista de aplicativo coloca em xeque a vida dos profissionais do setor - Site Miséria 

Compartilhar
Publicidade
Publicidade
Morte de motorista de aplicativo coloca em xeque a vida dos profissionais do setor

A morte do Jovem Alexandre Fernandes colocou em alerta a comunidade que trabalha no setor dos transportes alternativos, conforme noticiários recentes sobre o caso, o sequestro tinha como finalidade o roubo do veículo para eventual desmanche, mas acabou de forma trágica. 

O ocorrido gerou revolta e protestos e muitos trabalhadores do setor foram as ruas clamarem por justiça, bem como realizaram suas devidas homenagens ao jovem que se foi de forma cruel e inadmissível. 

Mas, quais são as esperanças para um futuro próximo? 

A repercussão do caso pode levar as empresas fornecedoras dos aplicativos a se adaptarem, desenvolverem e integrarem os serviços com sistemas de segurança mais rígidos, bem como acompanhamento mais detalhado, como a possibilidade de apenas liberar a autorização da solicitação após autorização por meio de identificação facial. 

Outra funcionalidade seria a possibilidade de o condutor acionar um comando no volante de forma discreta a ser enviado um sinal para o app informar as autoridades policiais que algo está errado no percurso. 

O secretário de segurança pública do estado do Ceará, André Costa, informou em uma entrevista recente, que caso não haja integrações e atualizações por parte das empresas atuais para ajudar na segurança dos condutores e passageiros, seria possível criar um app próprio do estado, integrado em tempo real com o monitoramento da secretaria de segurança, medida essa que poderia vir a ser acolhida pelos demais estados Brasileiros e que nos deixaria mais esperançosos em optar por conduzir ou ser conduzido por transportes alternativos. 

Compartilhar
Avalie esta notícia
Comentar
Publicidade