Em Farias Brito, nova gestão denuncia desmonte; setores não foram recebidos - Site Miséria 

Compartilhar
Publicidade
Publicidade
e-Política

Madson Vagner

Jornalista e escritor. Madson Vagner atua como diretor de jornalismo e comentarista da Rádio 100 FM e colunista político do Jornal do Cariri. É correspondente colaborador dos jornais O Estado de S. Paulo e O Globo do Rio. Faz parte dos quadros de autores da Editora Novo Século.

e-Politica

Madson Vagner

Jornalista e escritor. Madson Vagner atua como diretor de jornalismo e comentarista da Rádio 100 FM e colunista político do Jornal do Cariri. É correspondente colaborador dos jornais O Estado de S. Paulo e O Globo do Rio. Faz parte dos quadros de autores da Editora Novo Século.

Em Farias Brito, nova gestão denuncia desmonte; setores não foram recebidos
O vereador Professor Walteni já avisou: tem desmonte na garagem da Prefeitura. A denúncia deve ser formalizada aos órgão de fiscalização.
Em Farias Brito, nova gestão denuncia desmonte
Foto: Reprodução

A nova Câmara de Farias Brito deve iniciar seu debate pelo lado mais cruel das disputas municipais, o desmonte de prefeituras. O vereador Professor Walteni já avisou: tem desmonte na garagem da Prefeitura. Constando como exemplo de zelo durante a transição, na prática, a situação parece ser outra.

Vereadores da base do prefeito Deda Pereira, do PDT, já identificaram que veículos que funcionavam há 15 dias, hoje, estão parados por falta de peças. O atual secretário responsável pelo equipamento não quis receber a garagem e promete fazer denúncia formal contra o ex-gestor.

Prédio depredado e veículos sucateados devem motivar investigação do Tribunal de Contas do Estado (TCE). Uma vistoria na companhia do jurídico da gestão deve decidir se o equipamento será recebido ou não pela gestão de Deda. Aliados do ex-prefeito Zé Maria contestam as acusações.

Comemoração fora de hora

Depois de ser empossado como novo prefeito de Farias Brito, o empresário Deda Pereira saiu pelas ruas da cidade para comemorar. A comemoração por ter derrotado um grupo que permaneceu no poder por mais de 20 anos, até, teria razão de ser não estivéssemos em uma pandemia e sob um decreto que restringe qualquer tipo de aglomeração.

O fato é que o prefeito Deda motivou aglomeração com direito a salva de fogos, bebidas alcóolicas e caminhada pelas ruas da cidade como se carnaval fosse. As imagens ganharam as redes sociais e devem ir parar nas mãos dos órgão competentes e o prefeito recém empossado já pode iniciar a gestão tempo que responder pelo mal exemplo.

Deda comemorava, além da sua eleição, a vitória na Câmara, onde conseguiu eleger o presidente da Casa, o vereador professor Flávio, do PDT.

Compartilhar
Loading spinner
Avalie esta notícia
Comentar
Publicidade
Governo do Estado
Publicidade