Guimarães: PT espera até 2 julho pelo PDT; Camilo disse não aceitar qualquer nome - Site Miséria 

Compartilhar
Publicidade
Publicidade
e-Política

Madson Vagner

Jornalista e escritor. Madson Vagner atua como diretor de jornalismo e comentarista da Rádio Plus FM e colunista político do Jornal do Cariri. É correspondente colaborador dos jornais O Estado de S. Paulo e O Globo do Rio. Faz parte dos quadros de autores da Editora Novo Século.

e-Politica

Madson Vagner

Jornalista e escritor. Madson Vagner atua como diretor de jornalismo e comentarista da Rádio Plus FM e colunista político do Jornal do Cariri. É correspondente colaborador dos jornais O Estado de S. Paulo e O Globo do Rio. Faz parte dos quadros de autores da Editora Novo Século.

Guimarães: PT espera até 2 julho pelo PDT; Camilo disse não aceitar qualquer nome
Guimarães afirmou que o PT partido apresentou um caminho ao PDT e Camilo afirmou que não pode ser qualquer nome para a disputa.

O vice-presidente nacional do PT, deputado federal José Guimarães, disse nessa quarta-feira, 22, em entrevista à TV Brasil 247, que o partido espera decisão do PDT até o dia 2 de julho, data do encontro estadual do PT. Guimarães afirmou que o partido apresentou um caminho ao PDT, a manutenção a reeleição da governadora Izolda Cela. E garantiu que o partido tem plano A e plano B, incluindo a candidatura própria, caso o PDT não aceite a posição.

No mesmo dia o ex-governador Camilo Santana (PT) voltou a afirmar que o mais importante é manter a aliança com o PDT, mas observou que não é qualquer nome que contempla os aliados. “Não é qualquer nome. É um nome que agregue; é um nome que traga um maior arco de aliança; é um nome que represente o que nós estamos vivendo,” disse Camilo, reafirmando a posição de direito a reeleição da governadora Izolda Cela.

Sobre a aliança, Camilo disse que “se fosse uma candidatura de um partido só, não precisava dos outros partidos”.

Compartilhar
Avalie esta notícia
Comentar
Publicidade