Prefeito de Aurora perde base; vice-prefeito, secretária e assessor já romperam - Site Miséria 

Compartilhar
Publicidade
Publicidade
e-Política

Madson Vagner

Jornalista e escritor. Madson Vagner atua como diretor de jornalismo e comentarista da Rádio Plus FM e colunista político do Jornal do Cariri. É correspondente colaborador dos jornais O Estado de S. Paulo e O Globo do Rio. Faz parte dos quadros de autores da Editora Novo Século.

e-Politica

Madson Vagner

Jornalista e escritor. Madson Vagner atua como diretor de jornalismo e comentarista da Rádio Plus FM e colunista político do Jornal do Cariri. É correspondente colaborador dos jornais O Estado de S. Paulo e O Globo do Rio. Faz parte dos quadros de autores da Editora Novo Século.

Prefeito de Aurora perde base; vice-prefeito, secretária e assessor já romperam
Aumentam os desgastes internos na base do prefeito de Marcone Tavares. O vice-prefeito e a secretária de Desenvolvimento Social já romperam.

O prefeito de Aurora, Marcone Tavares, vive seu pior momento político desde que foi eleito. Os desgastes internos estão motivando rompimentos na base; e pior, todos detonando o gestor. O primeiro foi o vice-prefeito Antônio Landim, que não poupou críticas e chegou a pedir desculpas a quem visitou com o prefeito, durante a campanha.

“Me sinto chateado com isso, porque não sei me esconder e não sei mentir,” desabafou Antônio Landim, ressaltando que o prefeito poderia enganar com horas de trator, na educação, na obra; mas pediu que não o fizesse na saúde.

Na mesma semana, o efeito dominó atingiu a secretária de Desenvolvimento Social, Ana Lúcia, que saiu acusando: “saio por não aceitar certos caprichos e pressões”. Ana se recusou a assinar uma reforma de R$ 500 mil com suspeita de superfaturamento.

Outro a deixar a gestão foi o assessor de comunicação, Henrique Macedo, que se despediu se dizendo aliviado por não se desviar. O prefeito Marcone se mantém em silêncio sobre as baixas.

Compartilhar
Avalie esta notícia
Comentar
Publicidade