Comoção no sepultamento do médico semi degolado por fios ao trafegar de moto na via pública em Juazeiro - Site Miséria 

Compartilhar
Publicidade
Publicidade
Comoção no sepultamento do médico semi degolado por fios ao trafegar de moto na via pública em Juazeiro
O corpo do médico veterinário Bruno Daby Figueredo de Souza, de 28 anos, foi sepultado no fim da tarde desta quinta-feira no Cemitério Anjo da Guarda em Juazeiro
Demontier Tenório
Corpo de Bruno Daby foi sepultado esta tarde em Juazeiro (Foto: Reprodução)

O corpo do médico veterinário Bruno Daby Figueredo de Souza, de 28 anos, foi sepultado no fim da tarde desta quinta-feira no Cemitério Anjo da Guarda em Juazeiro. Foram momentos de dor, tristeza e bastante comoção nas últimas homenagens ao profissional da saúde animal que se especializou na área de oftalmologia. Bruno morreu por volta das 12h30min de quarta-feira ao ser degolado por um fio baixo da empresa Brisanet na Avenida Plácido Castelo quando seguia de moto para casa.

Por coincidência, ele tinha se confessado momentos antes com o padre Adalmiran Vasconcelos, Capelão do 2º BPM. O casamento do jovem com “Stephany” estava agendado para o próximo dia 27 de agosto celebrando a união que já havia dado de presente ao casal um bebê que está com apenas oito meses. Ele morava na Rua Damião Landim Leite (Planalto) e estava indo apanhar sua mãe para deixar na casa dela na Rua Monsenhor Esmeraldo no bairro Franciscanos.

Bruno era devoto de Nossa Senhora e um Rosário da Mãe das Dores estava envolto em suas mãos na urna mortuária. “Foi um anjo de luz que Deus me deu e eu só tenho a agradecer até pelo netinho que ganhei de presente”, dizia o pai José Valdir de Sousa, o “Galego dos Sinais”. Às 16 horas houve missa de corpo presente na Sala Saudade do Centro de Velório seguida do sepultamento. Os pais cumpriram um desejo expresso do filho e doaram suas córneas algo até relacionado com a área de saúde que exercia.

Compartilhar
Comentar
*Publicidade