Após corte do Pau da Bandeira, carregadores fazem replantio de mudas - Site Miséria 

Compartilhar
Publicidade
Publicidade
Após corte do Pau da Bandeira, carregadores fazem replantio de mudas
Como parte da tradição, os carregadores fizeram o replantio de mudas da espécie angico, escolhida para o Pau da Bandeira de 2022
Viviane Bastos
Foto: Leandro Santos

Após dois anos, os carregadores do Pau da Bandeira de Santo Antônio retornaram, na manhã desta sexta-feira (13), ao sítio São Joaquim para o tradicional corte do Pau da Bandeira, realizado desde 1928.

O tronco da árvore será utilizado como mastro para os festejos alusivos ao Padroeiro de Barbalha. O cortejo, de mais de 2km da mata até a entrada da cidade, acontece no dia 29 de maio.

Replantio de mudas

Como parte da tradição, após o corte, os carregadores fizeram o replantio de 20 mudas da espécie angico, escolhida para o Pau da Bandeira de 2022. O replantio da espécie é necessário para que as futuras gerações possam perpetuar a tradição.

Ao Site Miséria, o capitão do Pau da Bandeira, Rildo Teles, falou sobre o retorno dos carregadores após a pausa durante a pandemia. “Estamos dando continuidade aquilo que já fizemos inúmeras vezes. É importante para a nossa cultura e, principalmente, para a nossa fé”, disse.

Desde 2015 o festejo é reconhecido como patrimônio imaterial brasileiro pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Compartilhar
Comentar
*Publicidade