Audiência pública debate sobre permanência do CCBNB em Juazeiro do Norte - Site Miséria 

Compartilhar
Publicidade
Publicidade
Audiência pública debate sobre permanência do CCBNB em Juazeiro do Norte
Durante a audiência, os presentes discutiram ainda sobre o veto à Lei Aldir Blanc
Viviane Bastos
Fachada do Centro Cultural Banco do Nordeste, próximo à Praça Padre Cícero, em Juazeiro do Norte Foto: Divulgação/CCBNB

Nesta quarta-feira (11), foi realizada uma Audiência Pública, na Câmara Municipal de Juazeiro do Norte, para tratar sobre a permanência do Centro Cultural Banco do Nordeste (CCBNB). A audiência foi proposta e conduzida pelo vereador Romão França (PTB). O objetivo da audiência é para que o Município possa manter o equipamento que hoje demanda de espaço físico para seguir exercendo sua função.

“É preciso uma tomada de decisão imediata no sentido de garantir, de forma urgente, a permanência do equipamento Centro Cultural Banco do Nordeste em Juazeiro do Norte”, enfatizou o parlamentar.

Participaram do encontro estudantes, artistas e o Secretário de Cultura do Município, Vandinho Pereira. “O Centro Cultural Banco do Nordeste é um equipamento importante para o nosso Município, sabemos o prejuízo e nos colocamos à disposição dos artistas”, afirmou o titular da pasta.

Em outras ocasiões, o secretário chegou a afirmar que o Município tem tentado manter um diálogo com os gestores do banco. Inclusive, foram cedidos cinco espaços para que as atividades do CCBNB fossem realocadas para um desses locais. Até o momento, nenhum acordo foi fechado.

Veto à Lei Aldir Blanc

Durante a audiência, os presentes discutiram ainda sobre o veto à Lei Aldir Blanc por parte do Governo Federal, que garantiria o repasse de R$ 3 bi anuais para o setor cultural até o ano de 2027. “Essa medida reflete um governo inimigo da arte e da cultura”, disse o vereador Romão França.

Compartilhar
Comentar
*Publicidade