Barbalha: Hospital suspende cirurgias eletivas para poupar anestésicos para pacientes com Covid-19 - Site Miséria 

Compartilhar
Publicidade
Publicidade
Barbalha: Hospital suspende cirurgias eletivas para poupar anestésicos para pacientes com Covid-19
Sarah Gomes
Foto: Wesley Lima

Há semanas o Hospital Santo Antônio (HSA), de Barbalha, sinaliza que os esforços dos serviços de saúde não acompanham a demanda da pandemia do novo coronavírus na região do Cariri. Habilitado para receber pacientes de 45 municípios, o Hospital informou nesta sexta-feira (10) que está com estoque de medicamentos  anestésicos “crítico e reduzido”.

Situação do Hospital

O HSA conta com 20 leitos de UTI exclusivos para pacientes com Covid-19. Destes leitos, 10 são da UTI Pediátrica e os outros 10 são da UTI Adulta. Neste momento, cerca de 11 leitos estão ocupados.

De acordo com o Médico Cirurgião Geral e Diretor Técnico do Hospital, George Severo, o estoque de sedativos e bloqueadores musculares deve acabar em uma semana. Esses medicamentos são utilizados para complementar o tratamento da Covid-19 e melhor adaptar os enfermos. Como geralmente importados da China e da Índia, o Brasil está enfrentando dificuldades para recebe-los neste momento.

“A situação tem nos obrigados a fazer alternativas com associações de outras medicações para manter o cuidado adequado com o paciente, mas nós estamos procurando os fornecedores para normalizar a situação das medicações”, explicou Dr. George.

Medida paliativa

Além de ser usado no tratamento da Covid-19, esses medicamentos também são utilizados em cirurgias que demandam anestesia geral, como as neurocirurgias. Para garantir o estoque pelos próximos dias enquanto busca por fornecedores, o Hospital suspendeu as cirurgias eletivas.

De acordo com a assessoria do HSA, as cirurgias eletivas “são aquelas que podem ser remarcadas por não serem de extrema urgência e emergência, diferente das intubações dos pacientes Covid na UTI”.

Compartilhar
Loading spinner
Avalie esta notícia
Comentar
*Publicidade