Brejo Santo reduz número de jovens fora da sala de aula com ações de Busca Ativa Escolar; assista - Site Miséria 

Compartilhar
Publicidade
Publicidade
Brejo Santo reduz número de jovens fora da sala de aula com ações de Busca Ativa Escolar; assista
Sarah Gomes
Brejo Santo reduz número de jovens fora da sala de aula com ações de Busca Ativa Escolar
Brejo Santo reduz número de jovens fora da sala de aula (Foto: Divulgação)

Brejo Santo registrava cerca de 195 jovens fora da escola em 2019. Estes jovens eram identificados como não-matriculados ou desistentes. No entanto, este número caiu cerca de 90% desde o início das atividades da equipe de Busca Ativa Escolar.

De acordo com informações repassadas pela Secretaria de Educação de Brejo Santo, o município do Cariri vai na contramão do cenário cearense de exclusão e evasão escolar, que em 2020 chegou a somar 135 mil jovens sem acesso à educação. Para isso, a equipe de Busca Ativa Escolar de Brejo Santo precisou elaborar um plano de identificação dos alunos que não tinham e ainda não têm acesso à internet ou a equipamentos tecnológicos como computador e celular para receberem em suas residências o delivery de atividades impressas com devolutivas semanais ou quinzenais, à depender da série.

Além disso, a coordenadora operacional de Brejo Santo, Cristiane Martins, revelou que a necessidade de atendimento psicológico também foi identificada pela equipe durante visitas à adolescentes em situação de vulnerabilidade social que desenvolveram algum tipo de ansiedade durante a pandemia. Para lidar com este agravante, a Secretaria Municipal de Educação (SME) passou a levar profissionais capacitados para realizar o atendimento residencial adequado para estes jovens. 

Este leque de ações desenvolvidos por Brejo Santo foi fundamental para que o município passasse a registrar números tão baixos de exclusão ou evasão escolar. De acordo com a Pasta, atualmente, boa parte dos jovens que constam como não-matriculados ou desistentes, não foram localizados porque mudaram de município ou Estado. 

Em vídeo enviado ao Site Miséria, a coordenadora Cristiane Martins fala um pouco sobre as ações. Assista:

Compartilhar
Loading spinner
Comentar
*Publicidade