Com 220 novos infectados em uma semana, pessoas lotam Centro de Juazeiro nesta quinta, 4 - Site Miséria 

Compartilhar
Publicidade
Publicidade
Com 220 novos infectados em uma semana, pessoas lotam Centro de Juazeiro nesta quinta, 4
Não há números oficiais para medir o trânsito de pedestre. Observando, porém, o fluxo de pessoas nas calçadas desde o início das medidas de isolamento, é possível perceber o aumento. 
Felipe Azevedo
Centro de Juazeiro tem manhã movimentada nesta quinta, 4 (Foto: Guto Vital)

No 4º dia da retomada econômica via decreto em Juazeiro do Norte, a rua São Pedro, mesmo com o comércio fechado, registrou a maior movimentação na manhã desta quinta (4). Não há números oficiais para medir o trânsito de pedestre. Observando, porém, o fluxo de pessoas nas calçadas desde o início das medidas de isolamento, é possível perceber o aumento.

No comércio, apenas lojas de material hospitalar e óticas estão autorizadas a funcionar esta primeira semana de junho. A retomada econômica de Juazeiro segue um cronograma individual, que, apesar de se amparar na ação de reabertura do Governo de Estado, tem um calendário próprio.

Dados da Secretaria de Saúde indicam crescimento de 25% no número de casos em três dias. Na segunda-feira (1), a pasta informou 390 confirmações, já nesta quarta, dia 3, eram 488 casos. Na quinta passada o número era de 261 pessoas infectadas, índice que subiu 86% e atingiu 488 confirmações até ontem.

Mulher carrega compras no Centro de Juazeiro do Norte nesta quinta, 4 (Foto: Guto Vital)

No primeiro momento, a maioria das indústrias puderam voltar à ativa em Juazeiro. Foi permitido, no entanto, no máximo 30% de efetivo de funcionários nesses locais.

O que leva as pessoas para a rua no momento, ainda é o pagamento de contas, retirada de dinheiro e outros serviços bancários que envolvem atendimento presencial.

É o caso da aposentada Fátima Torres, de 62 anos, que foi ao Centro da cidade sacar o dinheiro da aposentadoria. Ela contou com a ajuda da cunhada para o serviço.

Aposentada contou com a ajuda da cunhada para retirar a aposentadoria (Foto: Guto Vital)

Compartilhar:
Comentar:
*Publicidade