Crajubar sobe 2.770 casos em uma semana e torna-se gargalo para Camilo no combate ao vírus - Site Miséria 

Compartilhar
Publicidade
Publicidade
Crajubar sobe 2.770 casos em uma semana e torna-se gargalo para Camilo no combate ao vírus
Felipe Azevedo
Decreto de isolamento será prorrogado mais uma vez no Ceará com previsão de retomada, afirma Camilo
"Deixo claro que prorrogarei o atual decreto de isolamento social do estado, tão importante nesse enfrentamento ao coronavírus", disse Camilo (Reprodução)

As principais cidades do Cariri iniciam iniciam hoje (13) mais uma semana de isolamento social rígido, de acordo com decretos. Com isso, o sul do estado torna-se um gargalo em para o governo, com aumento diário no número de casos do novo coronavírus.

Em Crato, Juazeiro e Barbalha, a alta foi de 27% em uma semana. Nas três cidades, o número de casos saiu de 6.151 no último dia 6, para 8.925 nesta segunda, 13. São 2.774 casos a mais. 

Em Juazeiro, considerado o epicentro da doença, a alta em uma semana foi de 45%. Há sete dias, havia 4.255 casos, e nesta segunda (13), a prefeitura informa 6.179. A cidade edita o 6º decreto municipal que estabelece o isolamento social rígido.

Com isso, o Crajubar – além de Brejo Santo-, permanece ainda fora da fase de transição no plano de retomada, que avança em Fortaleza.

Em Crato a alta foi de 52% desde a segunda-feira passada, dia 6. A cidade tinha 1.298 casos há sete dias, e inicia a semana com 1.985 pessoas infectadas. Já em Barbalha, a alta foi de 27% na semana, saindo de 598 para 761 casos em sete dias.

A região deve intensificar as barreiras sanitárias nas divisas entre os municípios. Há a expectativa de que o Governo do Estado envie reforços da Polícia Militar para começar a inibir aglomerações. Em transmissão ao vivo neste domingo (12), o governador Camilo Santana (PT) enfatizou a alta de casos na região.

Comparativos em uma semana

Juazeiro do Norte

Crato

Barbalha

Compartilhar
Loading spinner
Avalie esta notícia
Comentar
*Publicidade