Crato multa banco Itaú em R$ 50 mil por desobediência ao decreto de calamidade pública - Site Miséria 

Compartilhar
Publicidade
Publicidade
Crato multa banco Itaú em R$ 50 mil por desobediência ao decreto de calamidade pública
A medida já havia sido prevista no decreto publicado no dia 6, quando o prefeito Zé Ailton Brasil (PT) editou valores a serem pagos por quem descumprir as determinações.
Felipe Azevedo
Foto: Normando Sóracles

Após filas e aglomeração de pessoas durante o decreto de isolamento, o município de Crato multou o Banco Itaú em R$ 50 mil. As informações são do Coronel Jarbas, Secretário de Segurança Pública. A instituição pode recorrer.

Ouça

 

A medida já havia sido prevista no decreto publicado no dia 6, quando o prefeito Zé Ailton Brasil (PT) editou valores a serem pagos por quem descumprir as determinações. São eles: R$ 200, 00 para pessoas físicas, R$ 500,00 (Microempreendedores Individuais, Microempresas e Empresários Individuais); e R$ 50.000,00 (outras Pessoas Jurídicas, Instituições bancárias e financeiras).

Leia aqui a íntegra do decreto.

Dentre as medidas, está o fechamento de estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços, à exceção dos considerados essenciais nos termos da legislação federal e estadual, e aplicação de multa caso haja o descumprimento.

“Infelizmente, a população ainda não entendeu a gravidade da situação. Se não formos rígidos com o cumprimento do isolamento social e com os cuidados de prevenção para aqueles serviços essenciais, vamos viver da pior forma esta pandemia”, disse o prefeito.

Ademais, a autuação será realizada por Agente da Vigilância Sanitária com o suporte de servidor da Guarda Civil Metropolitana.

Compartilhar
Comentar
*Publicidade