Crato vai contar com nova Unidade de Conservação em 2020 - Site Miséria 

Compartilhar
Publicidade
Publicidade
Crato vai contar com nova Unidade de Conservação em 2020
João Boaventura Neto
Um dos benefícios da criação da UC, é potencializar o turismo no Município e expandir a rota turística do Cariri (Reprodução/Antônio Rodrigues)

Em 2020 o município de Crato ganhará mais uma Unidade de Conservação (UC). A comunidade do Caldeirão da Santa Cruz do Deserto, a 33 quilômetros da sede do Município, teve seu georreferenciamento finalizado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Territorial (Semadt).

Agora aguarda apenas votação na Câmara de Vereadores, tida como ato simbólico, uma vez que todos os processos para criação já foram finalizados. A informação é do jornalismo Antônio Rodrigues do Diário do Nordeste.

“A gente também concluiu toda questão documental da propriedade do imóvel, que já está totalmente em nome da Prefeitura. Os estudos de campo e sociais já foram feitos pela Universidade Regional do Cariri”, garante o secretário da Semadt, Brito Júnior.

A conclusão do georreferenciamento permitirá, ainda, que técnicos do Geopark Araripe avancem na criação do novo geossítio do Caldeirão da Santa Cruz. O diretor-executivo da Instituição, Nivaldo Soares, enfatiza que o inventário geológico, social e cultural já foi concluído.

“O que impedia o avanço era definir o perímetro. Será uma área menor, dentro da UC, na área central do Caldeirão”.

Entre os atrativos, além do ponto de vista histórico e geológico, já que possui depressões que formam um sistema pluvial que se concentra em poços naturais, a criação de um novo geossítio evidenciaria a importância da fauna e flora, segundo Nivaldo.

“Podemos ter um observatório de aves. Lá, também é comum encontrar a umburana de cheiro e a umburana de cambão, que estão dentro do artesanato. Com elas, são feitas as xilogravuras, as esculturas, por exemplo, do Centro de Cultura Mestre Noza. O turista pode entender melhor esse processo”, acredita Nivaldo.

A Unidade de Conservação do Caldeirão da Santa Cruz será a oitava do Município. Em parceria com a Secretaria de Meio Ambiente do Estado do Ceará, técnicos vão acompanhar o processo e ajudar na definição do melhor tipo de unidade que a área se encaixa.

“Estamos pensando (no tipo) Monumento Natural”, antecipa o titular da Secretaria de Meio Ambiente. Este material viabilizará a produção de um decreto que será votado pela Câmara Municipal de Crato, garantindo a Proteção Integral.

Compartilhar
Loading spinner
Avalie esta notícia
Comentar
*Publicidade