Encerrado em Várzea Alegre o XIX EPO - Encontro de Produtores Orgânicos do Nordeste - Site Miséria 

Compartilhar
Publicidade
Publicidade
Encerrado em Várzea Alegre o XIX EPO – Encontro de Produtores Orgânicos do Nordeste
Ascom

Depois de três dias foi encerrado em Várzea Alegre, nesta quarta-feira, 22 de janeiro de 2020, na Escola Dr. Dário Batista Moreno, no bairro Riachinho, o XIX EPO – Encontro de Produtores Orgânicos do Nordeste, que tratou do tema “Novas tecnologias para sustentabilidade da Agricultura Orgânica”.

O secretário de Meio Ambiente de Várzea Alegre, J. Marcílio, destacou que o encontro foi importante para o município por ajudar a divulgar a agroecologia e especialmente a cultura de orgânicos, que tem novas formas de produção e abre mercados.

Representação

Sete estados nordestinos foram representados no EPO em Várzea Alegre – Ceará, Alagoas, Bahia, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Sergipe. Não compareceram representantes do Maranhão e do Piauí.

J. Marcílio agradeceu em nome do prefeito, Zé Helder (MDB), e do vice-prefeito Dr. Fabrício Rolim (DEM), o apoio do governo municipal para sediar o evento. O próximo encontro de produtores orgânicos do Nordeste será na Bahia.

Zé Neto, proprietário da Floresta do Bode, em Lavras da Mangabeira, projeto que desenvolve em sua propriedade e que foi visitado pelos participantes do encontro, comentou sobre a importância do evento, afirmando que atualmente, existem dificuldades da população para selecionar alimentos saudáveis e isso colabora para a disseminação de doenças. Para ele, a preocupação com a produção de alimentos orgânicos, portanto, saudáveis, deve envolver grupos cada vez maiores para que a população conheça seu potencial para a saúde das pessoas.

Edileusa Santos, de Santa Luza, na Bahia, falou que nestes encontros a expectativa é sempre boa pela troca de conhecimentos e experiências. Ela pontuou que há um intercâmbio que envolve a cadeia da produção de orgânicos e que no encontro de Várzea Alegre, deu-se ênfase à participação dos jovens, que representam o futuro do país e que eles são inseridos no universo da produção de orgânicos.

Visitas

O XIX EPO – Encontro de Produtores Orgânicos do Nordeste foi recheado de palestras, oficinas, momentos de descontração e visitas a projetos que são cases de sucesso.

Em Várzea Alegre, no distrito de Canindezinho, os participantes conheceram o Ecoponto do sítio Juazeirinho, a Mandala e a criação de caprinos e suínos do sítio Exu; No Calabaça, os projetos de apicultura e de produção de polpa de frutas e horta orgânica do sítio Graiado; no Ibicatu os projetos de bioágua e de fruticultura e horta ecológica da Escola Joaquim Alves de Oliveira.

Em Lavras da Mangabeira conheceram a experiência da Floresta do Bode – sítio Cajazeiras e o Engenho Chá de Pai, em Quitaús.

Compartilhar:
Comentar:
*Publicidade