Estudantes de Potengi desenvolvem armadilha que atrai e mata mosquitos transmissores de doenças - Site Miséria 

Compartilhar
Publicidade
Publicidade
Estudantes de Potengi desenvolvem armadilha que atrai e mata mosquitos transmissores de doenças
O sistema foi desenvolvido pelos alunos Francisco Kaike e Elisabeth Nunes, da Escola Estadual Menezes Pimentel, sob orientação do professor de Física Rosemberg de Sousa
Alan Clyverton
(Divulgação)

A Escola Menezes Pimentel, campeã regional da rede estadual de ensino no desenvolvimento de projetos científicos, participa neste mês de outubro do evento Ceará Científico para apresentar o Projeto ARMEL (armadilha elétrica), que atrai e mata mosquitos que transmitem doenças. O sistema foi desenvolvido pelos alunos Francisco Kaike e Elisabeth Nunes, sob orientação do professor de Física Rosemberg de Sousa.

De acordo com participantes do projeto, o ARMEL usa pressupostos químicos, físicos e biológicos para enganar os mosquitos transmissores de doença, utilizando fatores de atração, como a presença de dióxido de carbono, calor e suor, para eletrocutá-los com 1000V de tensão. Na última sexta-feira (8), os participantes apresentaram o projeto para agentes de combate às endemias, que aprovaram a inovação.

Compartilhar
Loading spinner
Comentar
*Publicidade