Homem acusa vereador e mais três pessoas de agressão na zona rural de Várzea Alegre - Site Miséria 

Compartilhar
Publicidade
Publicidade
Homem acusa vereador e mais três pessoas de agressão na zona rural de Várzea Alegre
Um boletim de ocorrência foi representado no domingo (26), na Delegacia Regional de Polícia Civil de Iguatu.
Redação
Vereador Dedé teria agredido um familiar de sua esposa (Foto: Reprodução)

Um homem identificado como Marcondes Lacerda de Lima acusa um vereador de Várzea Alegre e mais três pessoas de agressão neste sábado (25), no distrito de Riacho Verde, zona rural do município.

Um boletim de ocorrência foi representado no domingo (26), na Delegacia Regional de Polícia Civil de Iguatu. No relato, Marcondes diz que o parlamentar conhecido como Dedé (Avante) chegou à Churrascaria Vicente Julião, e começou a agredi-lo verbalmente.

Após troca de empurrões, o vereador foi embora, voltando em seguida acompanhado do irmão identificado como Naldo, e mais dois cunhados, identificados com João e Marcelo.

Segundo a versão apresentada à polícia, o grupo entrou no restaurante e agrediu Marcondes com socos, chutes e enformamento. O denunciante disse ainda que a todo momento era chamado de ladrão pelos homens. Testemunhas interviram para que as agressões parassem.

Outro lado

O Miséria ouviu a versão do vereador. Dedé lembra que Marcondes é primo legitimo de sua esposa. Os dois trabalharam juntos, quando Marcondes era representante comercial subordinado ao vereador.

O parlamentar diz que na cidade o homem o provocava e também “falava” mal dele em locais por onde passava. O parlamentar admite que perdeu a cabeça, havia bebido, mas diz que as agressões ocorreram apenas por parte de membros de sua família.

O denunciante afirma que acionou o advogado para que a situação fosse resolvida “calmamente”.

 

 

 

Compartilhar:
Comentar:
*Publicidade