IPVA 2022: “Os descontos para pagamentos à vista sempre compensam”, afirma economista - Site Miséria 

Compartilhar
Publicidade
Publicidade
IPVA 2022: “Os descontos para pagamentos à vista sempre compensam”, afirma economista
A equipe de reportagem do Site Miséria entrevistou o economista e professor da Universidade Regional do Cariri (URCA), Pedro Rebouças
Yanne Vieira
Foto: Thiara Montefusco/ Ascom Sefaz

O Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) é um tributo estadual obrigatório cobrado pela posse de veículos automotores que circulam em rodovias e estradas. Cada unidade federativa (UF) define o próprio calendário de vencimento da taxa, e a alíquota pode variar de acordo com o modelo e o ano de fabricação do automóvel, além do estado em que o veículo está registrado.

A equipe de reportagem do Site Miséria entrevistou o professor da Universidade Regional do Cariri (URCA), o economista Pedro Rebouças para entender sobre os aumentos no valor do IPVA e como a população pode se organizar para efetuar esse pagamento.

A justificativa para o aumento é a inflação. De acordo com o professor Pedro Rebouças “tivemos uma queda na produção não só de veículos mas de vários outros produtos e fez com que diminuísse a oferta desse tipo de produto no mercado”, aumentando o preço, “não só dos carros, mas de tudo”, relata o economista.

Desde o ano passado já ocorre esse movimento de aumento, mas se intensificou em 2022, afirma o economista. Se o veículo se valoriza mesmo sendo um veículo usado, o IPVA também vai ser mais caro, e o valor do seguro segue na mesma direção.

COMO ORGANIZAR AS FINANÇAS

A principal dica é se organizar a partir do recebimento do 13º, que “deveria ser usado pelas pessoas como uma forma de poupança, de proteção para as despesas não recorrentes do início do ano”, que valem também para despesas como IPTU e matrículas escolares, afirma o economista.

De acordo com Pedro Rebouças “os descontos para pagamentos à vista sempre compensam” além de ser recomendado utilizar reservas de emergências para pagar a taxa do IPVA, “principalmente se você consegue pagar em cota única com desconto”, afirma o economista.

Foto: Marcello Casal Jr/ Agência Brasil

NO CEARÁ

No calendário da Secretaria da Fazenda do Ceará (Sefaz), quem efetuar o pagamento do IPVA até o dia 31 de janeiro de 2022 terá desconto de 10% no valor. Já os contribuintes que optarem pelo parcelamento em até cinco vezes, o desconto cai para 5%.

“2022 ainda vai ser um ano complicado em termos de inflação para economia brasileira, tudo vai se resumir em uma coisa: perda do poder de compra”

De acordo com o economista Pedro Rebouças, outras despesas também sofrerão reajustes, inclusive maiores até mesmo do que a inflação, como por exemplo, plano de saúde, Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU), matrículas escolares e seguros, principalmente do setor automotivo, “2022 ainda vai ser um ano complicado em termos de inflação para economia brasileira, tudo vai se resumir em uma coisa, perda do poder de compra”, alerta.

Compartilhar
Loading spinner
Comentar
*Publicidade