Justiça determina o fim da greve dos servidores da Saúde de Juazeiro - Site Miséria 

Compartilhar
Publicidade
Publicidade
Justiça determina o fim da greve dos servidores da Saúde de Juazeiro
Caso a ordem seja descumprida, a multa será de R$2 mil reais por dia
Romario Sousa
Ato de greve dos Servidores da Saúde de Juazeiro do Norte (Foto: Reprodução/ Redes Sociais Sisemjun)

A justiça do estado do Ceará, decidiu por encerrar a greve deflagrada no ultimo dia 3 de janeiro, pelos servidores da saúde de Juazeiro do Norte. A decisão foi tomada no final da tarde desta quinta-feira (13).

Segundo o desembargador Washington Luis Bezerra de Araújo a greve é ilegal e prejudica a campanha de vacinação contra a covid-19: “Em outro contexto, a impossibilidade de solução legislativa imediata poderia não tornar, por si, insustentável o movimento paredista, mas, no atual, a greve deflagrada pelo Sindicato réu ganha contornos de ilegalidade, pois a humanidade enfrenta uma crise pandêmica agravada pelo surgimento de novas variantes virais.”.

“Há, ademais, uma campanha de vacinação para o Sars-CoV-2 carente de agilização, ao mesmo tempo que servidores de todas as áreas, principalmente a de saúde, encontram-se afastados para convalescer de infecções respiratórias. Existe, portanto, um grave problema de saúde pública, e o bem-estar da população deve ser a prioridade da Administração, bem como dos servidores em greve ou não”, continua.

Em caso de descuprimento da ordem, o desembargador determina uma  pena diária de R$2 mil. Ainda há uma audiência de conciliação marcada para a próxima sexta-feira (21), as 10h da manhã.

Compartilhar
Comentar
*Publicidade