Parte da indústria volta na semana que vem no Cariri; escolas ficam na 4ª fase de reabertura - Site Miséria 

Compartilhar
Publicidade
Publicidade
Parte da indústria volta na semana que vem no Cariri; escolas ficam na 4ª fase de reabertura
O governador Camilo Santana divulgou hoje (28), através de uma transmissão ao vivo, como será feita gradativamente a reabertura.
Redação

Serão quatro fases para retomada da economia no Ceará. O governador Camilo Santana divulgou hoje (28), através de uma transmissão ao vivo, como será feita gradativamente a reabertura, que inicia com o período de transição no dia 1º de junho. Indústria e construção civil voltam, em parte, já na semana que vem.

Leia a tabela completa. 

CC-027-20 A – Apresentação – Fases da Retomada (15)

O processo conta com uma fase inicial de transição, em que estão contemplados 17 setores, e mais quatro fases de abertura, obedecendo a critérios técnicos, sanitários e epidemiológicos. O decreto de isolamento social que minimiza os efeitos da Covid-19 no Estado será mantido, bem como a atuação de serviços essenciais.

A Fase de Transição começa na segunda-feira (1º) e segue por uma semana.

Nela está liberada:

– A operação de 100% da Cadeia de Saúde (incluindo consultórios médicos e odontológicos),
– 31% da Cadeia da Construção Civil, com até 100 operários por obra e 30% de efetivo no setor produtivo
– Indústria Química e Correlatos; Artigos de Couros e Calçados; Indústria Metalmecânica e Afins; Saneamento e Reciclagem; Indústria e Serviços de Apoio; Energia; Têxteis e Roupas; Comunicação, Publicidade e Editoração; Artigos do Lar; Agropecuária; Móveis e Madeira; Tecnologia da Informação; Logística e Transporte; Automotiva; e Esporte, Cultura e Lazer.

Já as escolas, jogos de futebol em estádios e atividades com grande aglomeração só podem iniciar atividades na última fase, próximo a agosto.

O decreto de isolamento social que está vigente até o dia 1º e será renovado. Com isso, o governador disse também que irá endurecer o isolamento no interior do estado. Nesse sentido, o Cariri poderá ser inserido no endurecimento das regras.

“Dá para perceber nitidamente a redução do número de casos no isolamento”, disse. “Na semana epidemiológica 21 e na semana 22 temos uma redução no número de óbitos, o que confirma a tendência que temos falado sobre o sistema de saúde e a população”, finalizou o Dr. Cabeto, Secretário de Educação.

Camilo também lembrou a situação das escolas e reforçou que esses estabelecimentos devem voltar a operar apenas na última fase do plano de reabertura.

Compartilhar:
Comentar:
*Publicidade