Testagem de Covid-19 em Juazeiro do Norte realizada em praticamente 17 mil pessoas - Site Miséria 

Compartilhar
Publicidade
Publicidade
Testagem de Covid-19 em Juazeiro do Norte realizada em praticamente 17 mil pessoas
A ampliação dos testes rápidos possibilita detectar mais pessoas infectadas, o que viabiliza as orientações quanto ao isolamento domiciliar e tratamento adequado à necessidade de cada caso.
João Boaventura Neto
Testagem de Covid-19 em Juazeiro do Norte realizada em praticamente 17 mil pessoas
Testagem de Covid-19 em Juazeiro do Norte feita em aproximadamente de 17 mil pessoas (Foto: Carlos Lourenço)

As testagens rápidas realizadas em Juazeiro do Norte chegam a quase 17 mil pessoas. Segundo a Secretaria da Saúde o número representa cerca de 7% da população. Desde que foram ampliadas as testagens na cidade, por conta da grande demanda nos últimos dias, houve maior descentralização dos serviços.

Tanto a Unidade Sentinela, que funciona todos os dias realizando os atendimentos como as unidades de testagens rápidas nos bairros Franciscanos, Limoeiro, Socorro e Frei Damião, estão realizando os exames, envolvendo centenas de profissionais de saúde, que fazem o trabalho de orientação e monitoramento daquelas pessoas que passaram pelos testes.

Desde o último final de semana que as testagens passaram a acontecer nas localidades da zona rural, iniciando no sítio Taquari. Na terça-feira, 7, foram atendidos os moradores do Sítio Carás do Umari, seguindo a programação no sítio Leite, sítio Novo, Palmeirinha e sítio São Gonçalo.

Nessa quinta-feira, dia 9, foram atendidos os moradores do sítio Gavião e Sítio Sabiá. Nesta sexta-feira, as testagens acontecem no sítio Junco. Nas comunidades, esse trabalho está sendo realizado por meio da parceria das secretarias de Saúde e Segurança Pública e Cidadania do Município.

Para fazer o teste rápido é preciso estar pelo menos no 8º dia do início dos sintomas da Covid-19, como febre, tosse seca e cansaço. No caso de não haver sintomas, a indicação é a partir do 8º dia do contato em domicílio com um caso positivo. É necessário apresentar documento de identificação, cartão do SUS e comprovante de residência.

Os atendimentos dos casos suspeitos e confirmados foram descentralizados para as Unidades Básicas de Saúde, e os leitos para internamento foram ampliados com a implantação da Unidade de Combate ao Covid-19, com 32 leitos, e do Hospital de Campanha, com 80 leitos, sendo seis deles semi intensivos.

Compartilhar
Loading spinner
Avalie esta notícia
Comentar
*Publicidade