Unileão prepara 300 professores e orienta 8 mil alunos para implantar fluxo de aulas remotas - Site Miséria 

Compartilhar
Publicidade
Publicidade
Unileão prepara 300 professores e orienta 8 mil alunos para implantar fluxo de aulas remotas
Ciente do cenário epidemiológico global, a Unileão adotou o método de aulas remotas no dia 20 de março.
Redação
Registro de uma videoaula (Foto: Unileão)

Em 19 de março, após a confirmação do primeiro caso de coronavírus em Juazeiro do Norte, o Centro Universitário Leão Sampaio (Unileão) publicou a decisão de suspender todas as aulas por 10 10 dias, inicialmente. O prazo foi estendido para o dia 2 de maio, após decreto do governo.

Ciente do cenário epidemiológico global, a Unileão adotou o método de aulas remotas no dia 20 de março. Em entrevista ao Site Miséria, a coordenadora pedagógica Tássia Pinheiro, explicou que já havia plataforma virtual, até então só era utilizada como suporte.

O ensino remoto dividiu opiniões. Alunos fizeram campanha reivindicando a redução dos valores cobrados nas mensalidades em até 30%. O reitor Jaime Romero diz que a redução das mensalidades comprometeria a folha de pagamento. A Unileão foi a primeira instituição de do Cariri a anunciar que não demitiria durante a pandemia.

Nos bastidores

Com o isolamento social, a instituição precisou orientar os 300 professores e demandar 8 mil alunos. São cerca de outros 700 empregos diretos e indiretos gerados. “Nós fomos colocados em um panorama completamente diferente”, disse a coordenadora Tássia Pinheiro.

Novos servidores foram contratados e uma equipe maior de tecnologia foi mobilizada para adequar a plataforma ao novo fluxo de acessos. Os professores receberam equipamentos para adotar o modelo de home office, além de um treinamento remoto.

De acordo com a Coordenação de Pedagogia, o maior desafio é que nem todos os estudantes têm o mesmo nível de acesso à internet. Essa, inclusive, é uma das reclamações dos alunos. Há uma estratégia sendo elaborada para sanar o problema. 

Aulas remotas

Entenda a diferença entre aulas remotas e ensino à distância. 

AULA EAD AULA REMOTA
Videoaulas gravadas Aulas em tempo real, nos mesmos dias e horários do presencial
Tutor para dúvidas Interação diária com o professor da disciplina
Atividades e material padronizados e calendário unificado Material personalizado e montado pelo professor da disciplina
Turmas com centenas de alunos Turmas de 20 a 50 alunos

As aulas remotas foram autorizadas pelo MEC através da portaria nº 343, em vigor desde março deste ano. Contudo, as atividades práticas e os estágios deverão ser repostos assim que os encontros presenciais sejam retomados.

“Essa é uma frase de transição para todos nós”, analisou a professora Gargênia de Oliveira, do curso de Fisioterapia. Segundo a docente, há cerca de cinco anos a Unileão trabalha uma reestruturação pedagógica e o uso da tecnologia para recriar o ambiente de sala de aula.

No entanto, o cenário atual levou os professores a revisitarem os planos de ensino e adequar os conteúdos que seriam melhor trabalhados remotamente para diminuir o impacto em um curso teórico-prático, como a Fisioterapia.

O professor Junior Linhares (Psicologia), contou que esse cenário é um desafio para os docentes, que estão redimensionando as práticas pedagógicas para diminuir possíveis interferências nos processos de aprendizagem dos alunos. 

Compromisso

Os estudantes apontam que com a paralisação de diversas atividades comerciais muitos não terão como evitar inadimplências e o pagamento integral das mensalidades é inviável para algumas famílias. Ademais, o reitor Jaime Romero disse estar ciente da situação e considera “legítimo” que as pessoas busquem alternativas nesse período.

Enquanto isso, por fim, o Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino do Ceará (SINEPE-CE) busca respostas e soluções com as autoridades políticas.

Compartilhar:
Comentar:
*Publicidade