Secretário de Saúde nega morte por coronavírus de mulher após parto em Juazeiro do Norte - Site Miséria 

Compartilhar
Publicidade
Publicidade
Secretário de Saúde nega morte por coronavírus de mulher após parto em Juazeiro do Norte
Redação
Hospital Regional do Cariri. - Foto: Arquivo/Agência Miséria

Uma mulher morreu com suspeita de coronavírus após dar a luz em Juazeiro do Norte no último dia 30. Após ter sido ventilada a possibilidade da infecção com a Covid-19, a Secretaria de Saúde de Juazeiro do Norte informou hoje ao Miséria, que a morte foi causada por uma síndrome respiratória aguda.

Um vídeo do ex-marido da paciente circula nas redes sociais. Nas imagens, ele critica o fato de não ter sido permitido o velório da esposa. A medida, no entanto, é uma recomendação para todos os casos de morte por suspeita do novo vírus.

No dia 29, a paciente identificada como Jéssica deu entrada no hospital e maternidade São Lucas. De acordo com a nota enviada pela Aceni – empresa que controla o hospital – , ela apresentava tosse seca e falta de ar. A cesária ocorreu por volta das 19 horas e o bebê, segundo a empresa, nasceu bem.

Por volta das 23 horas, “a paciente evolui com desconforto respiratório agudo, sendo encaminhada imediatamente ao bloco cirúrgico e realizada intubação orotraqueal. O SAMU compareceu para realizar a transferência às 02:30 para o Hospital Regional do Cariri”, diz ainda a nota.

Quem descarta a possibilidade de morte por coronavírus, é o Secretário de Saúde de Juazeiro do Norte, Lucimilton Macêdo, que teve acesso ao resultado dos exames feitos em Fortaleza. Ele telefonou na manhã desta quarta (1) para esclarecer a causa. Segundo ele, a paciente morreu de síndrome respiratória aguda.

 

Compartilhar:
Comentar:
*Publicidade