Compartilhar
Publicidade
Publicidade
Fortaleza consegue melhor sequência invicta nos pontos corridos
Redação
Foto: Reprodução/ Diário do Nordeste

O ano de 2019 já está marcado como o melhor ano da história do Fortaleza. Os títulos do Campeonato Cearense e da Copa do Nordeste foram seguidos pela classificação para a Copa Sul-Americana, primeira competição internacional oficial do Tricolor.

O Leão do Pici firmou a 9ª posição na tabela da Série A, a melhor campanha de um time cearense no Brasileirão, com 53 pontos. A inédita marca foi conquistada, principalmente, pela arrancada nas rodadas finais do Campeonato: foram sete jogos invictos, a melhor sequência do Fortaleza na era dos pontos corridos.

A arrancada nas rodadas finais também fez o Tricolor de Aço encerrar a Série A com a 6ª melhor campanha do returno, com 31 pontos conquistados e 54% de aproveitamento, terminando à frente de clubes como São Paulo, Fluminense, Vasco, Goiás, Corinthians e Atlético/MG.

Desde o Clássico-Rei, na 32ª rodada, o time de Rogério Ceni venceu cinco vezes e empatou somente duas. Aproveitamento de 80,9%, impulsionando sua colocação na tabela, o que lhe garantiu a vaga na “Sula” com três rodadas de antecedência. A sequência que chegou mais próxima desta aconteceu no Brasileirão de 2005, ainda com 22 times, quando o Leão passou cinco partidas sem perder, entre a 8ª e a 12ª rodada, com três triunfos e dois empates.

Não fosse pela derrota por 3 a 2 para o Corinthians na 31ª rodada, seriam 13 partidas de invencibilidade no Campeonato, superando, por muito, a sequência do rival Ceará, em 2010, quando, por duas vezes, permaneceu oito jogos invictos na elite nacional, no começo e no fim da competição.

A ascensão tricolor coroou uma temporada que superou todas as expectativas, até mesmo as do técnico Rogério Ceni. Após a vitória por 2 a 1 contra o Bahia no domingo (8), o treinador comentou sobre as conquistas do Fortaleza em 2019. “Só tenho a agradecer por esse ano. Não achava que era possível chegar a 53 pontos. Mas esses caras mostraram que têm muito poder de concentração. Foi uma festa completa. O torcedor sai orgulhoso”, disse o comandante.

Comemoração

Os torcedores lotaram a Arena Castelão na última partida do Leão no ano, com 52.552 pessoas nas arquibancadas. Público recorde para o estádio nesta temporada, que foi finalizada com uma linda festa. Com os holofotes apagados, as luzes da torcida brilhavam com as cores da bandeira tricolor, destacando um outro protagonista dessa campanha. De quebra, o Fortaleza teve a 2ª melhor média de público do Brasileirão.

O planejamento, capitaneado pelo presidente Marcelo Paz e por Rogério Ceni, deu origem aos frutos apreciados pelo torcedor que vê o momento atual da equipe sair de seus sonhos e cravar os pés na realidade. “Sensação única, a torcida está de parabéns, a festa no começo do jogo, no fim com as luzes apagadas foi uma coisa para se mostrar para todo o País o quanto o povo desse Estado sabe fazer uma festa em alto nível”, comemorou.

Desde o Clássico-Rei, na 32ª rodada, o time de Rogério Ceni venceu cinco vezes e empatou somente duas. Aproveitamento de 80,9%, impulsionando sua colocação, foi o que lhe garantiu a vaga na Sul-Americana.

Compartilhar
Loading spinner
Comentar
+ Lidas
Publicidade