Presidente do TJ da Bahia e cinco magistrados são alvos de operação contra venda de sentenças - Site Miséria 

Compartilhar
Publicidade
Publicidade
Presidente do TJ da Bahia e cinco magistrados são alvos de operação contra venda de sentenças
Redação
O presidente do TJ da Bahia Gesivaldo Britto (Ascom/TJBA)

Presidente do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), três desembargadores e dois juízes foram afastados dos seus respectivos cargos por 90 dias. O fato acontece na manhã desta terça-feira (19), em Salvador. O afastamento parte de uma operação da Polícia Federal para combater um suposto esquema de venda de sentenças judiciais.

Foram afastados o presidente do TJ Gesivaldo Britto, os desembargadores José Olegário Monção, Maria da Graça Osório e Maria do Socorro Barreto Santiago, e os juízes Sérgio Humberto Sampaio e Marivalda Moutinho. Os magistrados também são suspeitos de corrução ativa e passiva, lavagem de ativos, evasão de divisas, organização criminosa e tráfico de influências.

Segundo informações, o Conselho Nacional de Justiça investiga 17 desembargadores no Ceará por supostas irregularidades. Neste ano alguns desembargadores já foram afastados e condenados por práticas semelhantes aos magistrados baianos, como foi o caso do desembargador Francisco Pedrosa Teixeira.

Compartilhar:
Comentar:
*Publicidade