Cinco prefeitos do PDT no Cariri anunciam apoio a Elmano e Camilo; quatro pedem desfiliação do partido - Site Miséria 

Compartilhar
Publicidade
Publicidade
Cinco prefeitos do PDT no Cariri anunciam apoio a Elmano e Camilo; quatro pedem desfiliação do partido
Entre os 60 prefeitos do PDT no Ceará, 13 já anunciaram o pedido de desfiliação
Viviane Bastos
Foto: Reprodução

Em um efeito cascata, prefeitos filiados ao Partido Democrático Trabalhista (PDT), seguem anunciando as desfiliações da sigla para declararem apoio a Elmano de Freitas (PT) ao Governo do Ceará. Apoio esse puxado pelo ex-governador Camilo Santana (PT).

No sábado (30), o prefeito de Barbalha, Guilherme Saraiva (sem partido), anunciou sua desfiliação. “Essa decisão foi tomada com muita consciência e em apoio aos candidatos Camilo Santana ao Senado, Elmano para o Governo do Ceará, e Lula para Presidente do Brasil”, comunicou o prefeito.

Há algumas semanas, Guilherme já havia declarado ao repórter Toni Sousa que seguiria com Camilo Santana. O apoio aos nomes petistas foi reforçado após anúncio do agora candidato ao Governo do estado, Elmano. “Externo também a minha solidariedade e respeito à governadora Izolda Cela, que tinha toda a legitimidade para concorrer e dar continuidade ao projeto que está sendo desenvolvido no Ceará”, declarou o prefeito de Barbalha.

A debandada teve início após o anúncio do nome de Roberto Cláudio (PDT) como candidato ao Governo do Ceará. Izolda Cela (sem partido) era uma dos quatro pré-candidatos cotados para a disputa. Izolda também se desfiliou do partido.

Entre os 60 prefeitos do PDT no Ceará, 13 já anunciaram o pedido de desfiliação. Só no Cariri, quatro deixaram a legenda. Além de Guilherme Saraiva, anunciaram a desfiliação os prefeitos de Assaré, Libório Leite, de Tarrafas, Tertuliano Cândido e o prefeito de Milagres, Cícero Figueiredo, que anunciou nesta terça-feira (2), a adesão ao apoio da candidatura de Elmano e a desfiliação do partido.

Já o prefeito de Farias Brito, Deda Pereira (PDT), esteve presente na convenção que homologou a candidatura do petista ao Abolição. Um dia antes da convenção, Deda esteve reunido com o ex-governador Camilo Santana. A reunião foi articulada pelo deputado Davi de Raimundão (MDB). A base do prefeito garante o apoio de Deda aos petistas.

Compartilhar
Comentar
*Publicidade